A manhã de quarta-feira, dia 25, não poderia ser mais animada. A solenidade que era para ser o ato da assinatura da ordem de serviço para a autorização da obra de construção do Centro de Convivência Municipal virou um grande espetáculo musical com a apresentação das integrantes do Coral do Ciarti, o Centro Integrado de Atividades Recreativas da Terceira Idade. As coralistas encantaram a todos com repertório eclético, na solenidade ocorrida no gabinete do Prefeito Sandro Maciel.

 A Câmara de Vereadores, presente nas importantes conquistas e lutas da comunidade, prestigiou a realização que beneficiará cerca de 500 senhores e senhoras que participam das atividades do Ciarti, que hoje não possui uma sede própria, desenvolvendo oficinas como ginástica, canto e dança no Clube da Amizade.

O Presidente do Legislativo, Ozair da Silva, o Banha (PT), enalteceu o significado da obra para a Melhor Idade e a importância da realização, tendo em vista o papel desempenhado pelos homens e mulheres que já fizeram muito pelo município ao longo de suas trajetórias. “É um sonho antigo da Terceira Idade. Com a realização dessa obra, esse grupo que tanto serviu à cidade terá um local adequado, onde será proporcionada qualidade de vida e conforto”, ressaltou o vereador. Os legisladores Rony da Silva, (PMDB), Adair Jordão (PT) e Jacinto Dassoler (PP) também estiveram presentes.

O Chefe do Legislativo também teceu elogios ao vereador licenciado e atual Secretário de Assistência Social e Habitação do Município, Eduardo Merêncio (Chico), que deu destaque, principalmente, à atuação das integrantes do Ciarti. “O que elas fazem para o município é muito importante: saem de suas casas e se reúnem na comunidade, no clube de mães. A função do social do trabalho realizado é relevante: elas fazem um trabalho social partilhando alegrias e tristezas”, lembrou o Gestor da Pasta.

De acordo com a coordenadora da entidade, Arlete Cristiano, a construção do espaço era reivindicada há mais de 20 anos pela comunidade. No ato, o prefeito Sandro Maciel ressaltou as características do empreendimento. “Do ponto de vista financeiro, essa é a obra de maior valor que eu vou realizar, mas será destinada a quem, de fato, merece”, declarou o Chefe do Executivo.

No total, os custos com a obra serão R$ 1.415.575,86, sendo que 1.115.575,86 são recursos da Prefeitura Municipal, e o valor de R$ 300 mil são originados de uma emenda parlamentar do deputado federal Jorge Boeira. A empresa responsável pela execução é a Tecnoaço Construções.

Mais uma Obra

A outra ordem de serviço dada no mesmo dia, prestigiada pelos vereadores, foi para a obra de ampliação e reforma da Escola Isolada de Fundo do Cedro, que hoje necessita de mais espaço para sala de aula, repaginação no refeitório e outras melhorias. Cerca de 50 crianças estudam na instituição. Na obra, serão investidos, pelo Governo Municipal, R$ 129 mil. A empresa responsável pelos trabalhos será a Construtura Sangaletti.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Vanessa Irizaga