A região respirou mais aliviada esta manhã. O resultado do exame realizado pelo Estado com base no material coletado da paciente Joice Diamantina Padilha, 31 anos, que faleceu no último sábado com suspeita do vírus H1N1 foi negativo. A vítima faleceu  de forma rápida e intrigante 15 minutos após dar entrada do Hospital Dom Joaquim com insuficiência respiratória. A reportagem do Portal W3 divulgou em primeira mão a suspeita do médico que atendeu a vitima.

Ontem a tarde a Gerente Regional de Saúde, Graziela Minatto entregou  à reportagem cópia do exame que atesta a negatividade do caso de H1N1.

De acordo com o marido da vítima, Luciano  da Silva do Amaral, a costureira que morava no bairro Nova Brasília em Sombrio, sentia sintomas como falta de ar  e reclamava de dores há aproximadamente uma semana, no entanto o quadro se agravou Np último sábado. “Ela acordou na manhã daquele sábado sentindo mal estar e depois de ter tomado café sentiu náuseas e vomitou. Quando retornei do trabalho ela já estava em crise, então levei imediatamente ao hospital,” conta.

De acordo com o marido, Joice chegou ficar apenas 15 minutos hospitalizada e logo recebeu a noticia de sua morte. “Foi tudo muito rápido. Estamos muito abalados com isso. Levei minha mulher viva para o hospital ainda conversando e logo recebi a noticia que ela tinha morrido com suspeita de H1N1. Estamos todos muito confusos. A família está muito triste,” lamenta.

Reportagem: Redação W3