foto: 4oito

Após reunião na tarde dessa segunda-feira, 30, em Timbé do Sul (SC), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) atendeu aos apelos de empresários da região e estabeleceu regras para abertura parcial do trânsito na Serra da Rocinha. O segmento de 13 quilômetros, que integra as obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC, voltou a ser interditado em virtude da execução da sub-base em concreto compactado a rolo. A partir da próxima sexta-feira, 4, condutores de veículos leves terão a oportunidade de trafegar no local duas vezes por semana.

A via poderá ser acessada sob escolta do consórcio construtor da seguinte forma: às segundas-feiras, um comboio subirá às 5h e descerá às 6h; e, nas sextas-feiras, subirá às 18h e descerá às 19h. Nenhum usuário será autorizado a passar depois do horário de saída da frota, tampouco nos demais dias da semana, conforme os termos do acordo.

A etapa da obra em andamento antecede a colocação das placas de concreto, as quais têm prazo mínimo de 28 dias para atingir a sua resistência de projeto. Com a largura da plataforma da estrada reduzida, o DNIT levou em conta aspectos de segurança e o cronograma das obras para bloquear o trânsito. Técnicos da Autarquia reforçaram que não é ideal o tráfego no local, citando inclusive recomendação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para que o trecho permanecesse interditado, e enfatizaram que em caso de descumprimento da resolução ou incidente o DNIT poderá fechar novamente o acesso à serra.

Fonte: Assessoria de Imprensa