Um público estimado em mais de 20 mil pessoas, segundo levantamento da Polícia Militar, acompanhou a cerimônia de inauguração do Parque dos Imigrantes, no Distrito do Rio Maina. O domingo (6) foi de festa dupla no município. Criciúma comemorou 139 anos de colonização e presenteou os moradores com um novo parque.

São 61 mil metros quadrados de lazer, entretenimento, esporte e cultura. Um investimento de mais de R$ 7 milhões do Governo do Município, Estado, e iniciativa privada. Os esforços para tirar o parque do papel, um sonho desde 2009, foram lembrados na cerimônia de inauguração, que iniciou por volta das 20h.

Com a presença do prefeito Clésio Salvaro, vice-prefeito Ricardo Fabris, ex-governador Raimundo Colombo, autoridades do município e do estado, servidores municipais e comunidade, o parque foi inaugurado. “Hoje é o dia de comemorar o aniversário da nossa bela cidade. Os cidadãos ganharam de presente este belo parque, um sonho tirado do papel, construído para todos os criciumenses”, discursou, emocionado, o prefeito Clésio Salvaro.

Depois de oficialmente inaugurado, o parque continuou levando alegria ao público. A dupla nacional Thaeme e Thiago comandou a festa dos criciumenses, cantando sucessos e fechando as comemorações em grande estilo.


Dia de festa

As comemorações pelos 139 anos de colonização do município, com investimento da Caixa Econômica Federal, começaram cedo, com corte de bolo na Praça Nereu Ramos e uma missa na Catedral São José, às 8h. Do centro da cidade, autoridades e público se encaminharam até o Parque dos Imigrantes para o hasteamento das bandeiras do Brasil, Estado e Município.

Durante a manhã, o público presente pôde acompanhar um ato especial, a primeira vez em que a atafona foi posta em funcionamento. O equipamento é usado para moer o milho, transformando-o em farinha para a produção da tradicional polenta, remetendo aos primeiros colonizadores italianos de Criciúma.

Já durante a tarde os homenageados foram os trabalhadores do parque. A Administração Municipal presenteou cerca de 180 profissionais da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, e parceiros, com placas de agradecimento. “Dava para ver que os trabalhadores abraçaram a obra como se fosse para eles. Todos estavam muito empenhados. Agora fica o pedido para que a população cuide do parque com o mesmo carinho com que construímos ele”, declarou o carpinteiro, Bruno Peterle.

Por volta das 16h, no palco principal, as atrações locais e regionais começavam a animar o público. Música tradicional italiana, sertanejo universitário, rock, pop. Embaladas pelos artistas, as pessoas puderam prestigiar mais uma demonstração da tradição passada pelos imigrantes italianos: o tombo da polenta.

Foram 260kg de polenta e 80kg de carne moída para acompanhar, tudo degustado pelos participantes e preparado pelo grupo Amici Della Polenta, com animação do Grupo Belunessi.

“A polenta estava deliciosa”, garantiu a moradora do bairro, Silvânia Horácio. “Faltava um lugar como esse pra todos nós, e por isso nós somos muito gratos por esse presente. O parque é lindo e vai ser muito bem utilizado”, completou.

Fonte: Guilherme Nuernberg