Entre os anúncios do alto escalão do governo de Carlos Moisés está o nome do novo presidente da Santur, Tiago Savi Mondo. O araranguaense, que mora em Florianópolis há 14 anos, possui experiência e conhecimento técnico na área. Em entrevista exclusiva ao Grupo W3 ele fala de suas expectativas para este novo desafio. Acompanhe:
Como você recebe este desafio de assumir a Santur?

Recebo com muito otimismo e com a noção de que eu vou ter muito trabalho. A Santur vai englobar as atribuições de turismo que hoje estão na SOL, além do que ela já faz hoje - marketing turístico e pesquisas. Encaro como um grande desafio profissional, sou professor de Turismo do IFSC, então estava lá nas minhas aulas, nas minhas pesquisas e em algumas consultorias de mercado, mas provavelmente este é o maior desafio profissional da minha carreira. Inicio com muito otimismo porque o governador elencou o Turismo como um setor importante dentro do desenvolvimento econômico do estado, e o secretário Esmeraldino também, então temos todo o apoio para fazer um bom trabalho.

Qual sua expectativa a frente de um órgão tão importante como este?

Vamos trabalhar fortemente a economia de mercado com o desenvolvimento de pesquisas e correlação de dados e informações. Também vamos continuar trabalhando com a presença em feiras e eventos, além da atuação no marketing digital, até para entender um pouquinho do comportamento do turista hoje e traçar estratégias para capta-los. A ideia também é dar continuidade aos programas e políticas públicas já existentes e amplia-los. Desenvolvemos um sistema de gestão turística no estado, que também será nosso foco e teremos algumas ações principais: fortalecer o Observatório do Turismo, criar a Central de Inteligência de Mercado Turístico e o Escritório Turístico de Projetos Inovadores. A ideia é trabalhar em conjunto com todas as regiões do estado. Se pegarmos Araranguá, por exemplo, que está dentro do Caminho dos Cânions, a ideia é trabalhar rotas internas, atrativos específicos dentro da cidade. Como eu sou de Araranguá, eu tenho visualização do que temos de potencial – como o Rio Araranguá Morro dos Conventos e a Barra (por mais que esteja fechada hoje). Acredito que é possível desenvolver projetos em consonância com o Meio Ambiente para começarmos a ter uma divulgação e um desenvolvimento bacana dos potenciais turísticos que a cidade tem. Então a expectativa é o melhor possível, desenvolver um trabalho estritamente técnico, profissional e gerencial dentro da Santur para que possamos ter cada vez mais resultados eficientes e eficazes.

Conte um pouquinho sobre quem é o Tiago, para que as pessoas possam te conhecer:

Sou de Araranguá. Com 16 anos vim para Florianópolis para cursar faculdade de Turismo e Hotelaria e Educação Física na Udesc, fiz as duas ao mesmo tempo, me formei e acabei ficando por aqui. Fiz uma especialização em Gerenciamento de Projetos, mestrado em Administração e ingressei no IFSC como professor efetivo na área de Turismo. Logo depois, concluí meu doutorado em Administração e há dois anos concluí o pós-doutorado em Turismo. Tenho minha atuação profissional no IFSC como professor e pesquisador e também em algumas consultorias e assessorias no Brasil inteiro - em 2018 atuei em Itaipu, São Paulo, Minas Gerais. Eventualmente estou em Araranguá para ver a família e é sempre bom estar na região.

Fonte: Fotos: G1 SC // Ênio Frassetto