Muitas pessoas têm dúvidas sobre o recesso do poder judiciário no período das festas de fim de ano, mas, nem tudo para, há o recesso apenas do expediente. Para as emergências, por exemplo, pessoas presas, as solicitações podem ser feitas por meio do plantão judiciário. A informação é do advogado criminal, Diego Campos Maciel, que reforça a importância da manutenção dos serviços de emergência pelo plantão.

De acordo com o criminalista, o período de recesso neste ano é do dia 20 de dezembro até 6 de janeiro. “Neste tempo não há expediente no Fórum e em casos de urgência, se utiliza o plantão judiciário. Também ficam em plantão o Ministério Público e os tribunais superiores", afirma.

Em caso de prisões e outras demandas, a orientação que se dá é de que um advogado de confiança seja procurado pela parte.

Fonte: Eduardo Souza