Uma data ainda não muito conhecida, mas que merece ser destacada e repercutida. Estamos falando do Dia Mundial da Prematuridade, celebrado no dia 17 de novembro, em mais de 100 países. E é exatamente ele que inspira o mini documentário produzido pelo Grupo W3: Amor Prematuro.

O material será lançado nas redes sociais do Grupo no sábado, 17, e irá contar a experiência de duas mães de prematuros. Rafaela Gomes da Silva, mãe da Melissa, e Emily Dal Pont Inácio, mãe do Davi, compartilham seus relatos de superação, desafios, aprendizados e, claro, muito amor, que a prematuridade dos filhos lhes proporcionou.

De acordo com a editora-chefe do Grupo, Maiara Possamai, a ideia surgiu como forma de fortalecer o assunto, que precisa ser melhor debatido pela sociedade. “Conversando com as mães, nós percebemos o quanto ainda falta informação a respeito da prematuridade. Nosso objetivo com este material é despertar a conscientização sobre o assunto e torna-lo menos assustador para a sociedade, mas especialmente, para as futuras mães”, destaca.

O mini documentário é uma produção da jornalista e conta com edição e filmagem de David Cardoso. “Nós buscamos produzir um material cheio de informação, mas que emociona e sensibiliza quem assiste. Esperamos que as pessoas gostem”, finaliza.

Prematuridade no Brasil
No Brasil, a taxa de prematuridade é de 11,5% - uma das mais altas do mundo, com o nascimento de mais de 300 mil bebês prematuros por ano. Com base nestes dados - quanto ao número de crianças que nascem antes de completar 37 semanas – a ONU busca medidas para reduzir o quadro.

ONG Prematuridade
Uma das principais referências no Brasil quando o assunto é conscientização e informação ao assunto é a ONG Prematuridade. No site, eles possuem conteúdos sobre vários temas destinados, especialmente, aos pais de bebês prematuros. Acesse!

Fonte: Foto: Reprodução / Pixabay