A Sala de Vacinas do Cemasas, em Maracajá, terá horário estendido na terça e quinta-feira da semana que vem, na reta final da campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite. "Vamos estender o atendimento das 16 às 20 horas nestes dois dias para oportunizar aos pais e responsáveis que trabalham em horário comercial possam colocar em dia as vacinas de seus filhos e impeçam que contraiam estas duas doenças que voltaram a se registrar no Brasil", explica a responsável pela Vigilância Epidemiológica de Maracajá, Silvana Bilésimo.

No último sábado, "Dia D" da campanha, quando o Cemasas ficou aberto das 8 às 17 horas, conforme Silvana " vacinamos entorno de 70 crianças, além dos adultos e alguns pais que trouxeram seus filhos para fazer vacinas de rotina". Com o movimento desta semana, Maracajá registra um índice de 75,6% de cobertura, ainda distante perante a meta de 95% das 365 crianças estipulada pelo Ministério da Saúde. " A campanha vai até dia 31, sexta-feira da semana que vem, mas não pedimos para que os pais não deixem para vacinar seus filhos nos últimos dias", acrescenta ela.

O diretor do Departamento de Saúde de Maracajá, Diogo Copetti, com objetivo de elevar o índice de imunização, mobilizou toda equipe do setor para ações específicas. "Os agentes de saúde, por exemplo, estão fazendo um comparativo das crianças cadastradas no município e as que já fizeram as vacinas e entrarão em contato diretamente com os pais, conscientizando as famílias para a importância de vacinar e não perder o prazo que está se esgotando", frisou Copetti.

Fonte: Assessoria de Comunicação