A cada dia a busca pelo corpo perfeito está mais em alta. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica apontam que essas operações estéticas estão sendo muito procuradas, uma prova disso foi o avanço de 23% e 8% em intervenções para fins reconstrutores ou puramente estéticos, outro número relevante foi o aumento de mais de 300% na procura para a aplicação de Botox nos últimos dois anos.

Há alguns meses se espalhou por todo o Brasil diversos casos de pessoas que foram atendidas pelo médico Dênis Furtado, popular Dr. Bumbum, que realizava procedimentos médicos sem a capacitação necessária e que de forma trágica perderam a sua vida após os procedimentos estéticos.

A principal dica é que quem busca realizar estas cirurgias, fique atento ao que é permitido. Um exemplo de cirurgia plástica que não é reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - mas que está muito comum no público feminino - é a aplicação de polimetilmetacrilato, o PMMA, um tipo de plástico líquido usado para preenchimento corporal. Estudos mostram que o procedimento é uma ‘bomba relógio’, porque a chance do líquido vazar é muito grande, causando dores insuportáveis e danos irreversíveis ao decorrer dos anos.

Além do procedimento de PMMA, mais conhecido como Bioplastia, não ser reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a Anvisa não aprova o uso para fins estéticos, como a aplicação no glúteo.

Um dos sites para verificar a capacidade do profissional é o da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica no link: http://www2.cirurgiaplastica.org.br/encontre-um-cirurgiao/#0