Gestores dos órgãos de Governo da Região do Extremo-Sul participaram na tarde desta quinta-feira, 31, no gabinete da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, de mais uma reunião mensal do Colegiado Regional de Governo (CGO). O encontro contou com a presença do comandante da Polícia Militar Ambiental de Maracajá, 1º tenente João Hélio Schneider de Siqueira Santos, que a convite do grupo, também passa a integrar o CGO.

Na reunião de trabalho, os demais representantes dos órgãos estaduais da Região conheceram a síntese das atividades desenvolvidas pela 3ª Companhia da Polícia Ambiental sediada em Maracajá, cujas explanações foram feitas pelo comandante. Schneider explicou ao grupo que a guarnição, instalada em Maracajá em 2004, atende 25 Municípios pertencentes às Regiões de Araranguá e Criciúma, com uma área de 4.783 km² e uma população de 560 mil pessoas.

O comandante da Polícia Militar Ambiental de Maracajá citou que a população de Araranguá lidera o número de atendimentos/denúncias. Entre os motivos destacam-se a expansão mobiliária, intervenções em Áreas de Preservação Permanentes (APPs), e questões ligadas à pesca inadequada no Rio Araranguá, já que é proibida a utilização da mata ciliar às margens do mesmo. 

Entre as campeãs de ocorrências atendidas pela PMA foram destacadas ações ligadas à flora, mineração, atividade poluidora, fauna e pesca. Somente em 2016 foram apreendidas na área de abrangência do Pelotão 400 aves mantidas em cativeiro. “Algumas são levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, o Cetas, em Florianópolis, onde são reabilitadas para posteriormente serem devolvidas à natureza, e outras ficam com os proprietários como depositários”, explica.

Ações de Educação Ambiental também foram apresentadas pelo Comandante, que destaca a realização de palestras nas escolas, onde são abordados 12 temas de preservação, além do Programa Protetor Ambiental com foco na educação informal de adolescentes da rede pública e privada de ensino com questões relacionadas ao meio ambiente, atualmente em andamento em Balneário Arroio do Silva. O curso tem duração de quatro meses, com atividades no contraturno e traz disciplinas de meio ambiente e questões cívicas, entre outras.

Ainda na reunião, o Presidente do CGO, secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, prestou alguns encaminhamentos internos com os participantes, que representam ainda, além da PMA e ADR, as Polícia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Fazenda, Casan, Celesc, Epagri, Cidasc e Fatma. “São importantes e produtivos encontros, onde temos a oportunidade de socializar ações dos diversos setores e esclarecer algumas situações pertinentes a todo grupo de Governo”.

O próximo encontro do Colegiado Regional de Governo ficou agendado para o dia 28 de setembro, onde haverá a explanação das atividades da gerência Regional de Infraestrutura da ADR Araranguá, feitas pelo engenheiro Jocilon Coelho.

Fonte: Leneza Della Krás