Com o principal objetivo de elaborar propostas para o fortalecimento de programas e ações de implementação da Política Nacional de Atenção Integral de Saúde das Mulheres, foi realizada no auditório Plínio Linhares, no Center Shopping, em Araranguá, a Primeira Conferência Regional de Saúde das Mulheres, com o tema “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade”.

O evento, realizado pelos 15 Municípios do Extremo-Sul, em parceria com a Gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, foi aberto pelo Prefeito de Araranguá, Mariano Mazzuco Neto; secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt; gerente Regional de Saúde, Patrícia Gomes Jones Paladini; Secretária de Saúde de Araranguá, Evelyn Elias; coordenadora da CIR (Comissão Intergestora Regional), Cleonice Lima Silvano; e Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Araranguá, Lídia Beatriz Périco Pirolla.

O evento contou com leitura e aprovação do Regimento da Conferência, palestras com a enfermeira Eliane Zanette, coordenadora do Programa de Saúde da Mulher do Município de Araranguá, e com o Psicólogo Especialista em Psicologia Jurídica, Norton Mayer, além de trabalhos em grupo, plenária, com apresentação e aprovação de propostas, e eleição de delegados que representarão a Região nas demais etapas da Conferência.

Foram discutidos pelos grupos no encontro que reuniu cerca de 200 pessoas quatro eixos temáticos, entre eles: 1. O papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; 2. O mundo do trabalho e suas conseqüências na vida e na saúde das mulheres; 3. Vulnerabilidades e equidade na vida e na saúde das mulheres; 4. Políticas públicas para as mulheres e a participação social.

A gerente de Saúde da ADR Araranguá, Patrícia Gomes Jones Paladini, destacou a importância da discussão, e a responsabilidade das mulheres nos dias atuais. “As mulheres possuem um papel muito significativo. Atuam nos seus lares, na educação dos filhos, e também destacam-se cada vez mais no mercado de trabalho. A realização desta Conferência possibilita pensarmos juntos em ações que possam contribuir com a Política de Atenção Integral da Saúde das Mulheres”.

A Conferência Estadual acontecerá nos dias 13 e 14 de junho, em Florianópolis, e a Conferência Nacional de Saúde das Mulheres acontecerá de 1 a 4 de agosto, em Brasília.

Fonte: Leneza Della Krás