Uma noite de glamour, os olhares de um salão inteiro concentrados em você, um momento mágico que transforma em realidade aquele seu sonho de menina. Para muitas jovens, é isso o que o Baile de Debutantes representa. E muito além da festa, este também o momento que marca a passagem da infância para a adolescência.

Há quase 20 anos, o Grêmio Fronteira é o realizador do maior evento de gala da região do Extremo Sul Catarinense. O Baile de Debutantes ocorre desde 1996 e a cada ano, recebe um formato ainda mais surpreendente. Em 2017, não será diferente e a Grande Noite, como é conhecida, promete encantar não apenas as meninas, mas toda a sociedade araranguaense.

Alguns detalhes já foram definidos. A data do Baile já está agendada para o dia 9 de setembro e ao todo, serão 17 encontros antecedentes à Grande Noite, entre bate-papo com psicóloga, despedida de criança, pré-baile e a tradicional Feijoara. O primeiro deles, a apresentação oficial das meninas, ocorre no dia 19 de maio, em coquetel especial realizado na sede do Clube. "Neste ano teremos alguns eventos inéditos, que ainda estamos acertando os detalhes, mas serão inovadores. Por enquanto não podemos falar maiores detalhes, já que nem a própria diretoria sabe ainda", revela a primeira-dama do Clube, Ramísia Dagostim.

Uma das mudanças que ela pode antecipar é a data do pré-baile, que nos demais anos era realizado duas semanas antes da Grande Noite e desta vez, será antecipado para o dia 14 de julho. A Feijoara também já tem data definida, será no dia 29 de julho. Já a despedida de criança, que acontece no Espaço Jubilula, será no domingo de Dia dos Pais, dia 13 de agosto.

Para as meninas que sonham em debutar neste ano, ainda dá tempo para se inscrever. As inscrições são abertas para sócios e não-sócios e podem ser feitas na secretaria do Clube. Maiores informações pelo telefone: (48) 3522.0447.

Ex-debutantes recordam sua Grande Noite:

“Debutei em 2004 com 14 anos de idade. Hoje, aos 27 anos, recordo com saudades daquele tempo. Confesso que cresci já sabendo que iria debutar, nunca foi algo incerto. Sou a primogênita da minha família e sempre houve a expectativa para o primeiro baile de debutantes. Meus pais e meus padrinhos sempre falaram do baile e a cada aniversário a expectativa para a grande noite ficava maior. Foi feito realmente uma contagem regressiva. A experiência foi maravilhosa e lembro que superou minhas expectativas. O baile de debutante envolve todo um conjunto de pessoas e eventos e fecha com a chave de ouro que é a grande noite. Recomendaria sim. O baile debutante nada mais é do que um ritual de passagem onde somos oficialmente apresentadas à sociedade, começando assim uma nova fase de nossas vidas. É o início de uma das fases mais esperadas pelas adolescentes. Penso que existem valores que devem ser mantidos e seguidos. Tenho certeza que nenhuma menina se arrepende de ter debutado. É uma experiência única e indescritível.” Marjorie Timboni Alano, debutante de 2004

“Debutei em 2008, com 14 anos. Hoje tenho 23 anos e lembro daquela sensação maravilhosa, de estar com todas as outras debutantes, dos encontros, das novas amizades, da viagem... E o baile é a conclusão de todos os encontros, o grande dia, o dia tão esperado. Recomendo a todas as meninas desta idade a debutar, pois você tem a festa que é tão sonhada nessa idade, conhece várias meninas e muitas delas pode se tornar grandes amigas. Também tem a viagem, que nessa fase muitas ficam em dúvida entre viajar e fazer uma festa. Debutar é um pacote muito bom, pois tem a festa, a viagem e novas amigas”, Larissa Schartz Da Rosa, debutante de 2008

“Debutei aos 14 anos, em 2011. Hoje tenho 20 anos e muita saudade daquela época. Eu sempre sonhei em usar aquele vestido branco rodado, como surgiu a oportunidade de debutar, não pensei duas vezes. Foi uma sensação incrível, sensação de princesa. Está realizando um momento tão esperado se torna incrível. Acredito que este momento deve ser vivido por todas as meninas, tanto que a minha irmã será uma debutante deste ano de 2017. O baile não envolve só a grande noite, mas também os encontros que antecipam, quando eu debutei teve alguns encontros que tenho lembranças, a festa da pantufas, despedida da infância, a viagem para o Rio de Janeiro e claro a grande voltinha na balada. Sem contar no pré baile, que é um evento ótimo para socializar com os amigos e família. Então fica a dica para as meninas que ainda estão em dúvidas, não deixem essa oportunidade passar pois é um momento único”, Bruna da Silva Darós, debutante de 2011

“Debutar foi incrível, um sonho realizado. É uma experiência que com certeza nunca vou esquecer, sem falar das amizades que trago comigo até hoje. A sensação de debutar é maravilhosa, quase impossível de explicar, me senti uma verdadeira princesa realizando seu sonho. Recomendo muito à todas as meninas que tiverem condições, pois é um período mágico e encantador que vivemos junto com as pessoas mais importantes em nossa vida”, Isadora Nichele Campos, debutante de 2015