Durante a reunião legislativa dessa segunda-feira à tarde, dia 12, ocorreu a aprovação de oito indicações e uma Moção de Reconhecimento. A moção foi concedida pela Câmara de Vereadores à Casa da Criança e Adolescente Madre Regina pelos 30 anos de excelentes serviços prestados na assistência, apoio e orientação de crianças e adolescentes.

Propositor da homenagem, o vereador Eduardo Merêncio, Chico (PT) afirmou que o trabalho da entidade é referência. Ex-secretário municipal de Assistência Social e Habitação durante 3,3 anos e, portanto, conhecedor das ações realizadas pela Casa Madre Regina, ele não conteve sua emoção. “Sinto imensa satisfação em destacar a trajetória dessa instituição. No mandato legislativo anterior foi autor do projeto que homenageou as bodas de prata dessa entidade e, agora, quisera o destino, que tivesse privilégio de reiterar este reconhecimento”, confidenciou.

Fonte de inspiração

Ao ocupar à tribuna da Câmara, o vereador também observou que às crianças da Casa Madre Regina são fontes inspiradoras para que o trabalho da instituição seja ampliado e apoiado. “Os jovens acolhidos no contra turno escolar participam das oficinas, dos cursos e das atividades irradiando alegria. Isso só comprova que, os jovens valorizam o carinho recebido. Este amparo é essencial para o crescimento deles como cidadãos”, disse.

O legislador lembrou que, toda a comunidade pode colaborar com a manutenção da Casa Madre Regina. “Existe um pensamento que diz: qualquer um poderia tê-lo feito, mas ninguém o fez. Todos nós, conscientes disso, podemos fazer a diferença. Falta suporte para mais investimentos a projetos como este, que literalmente transformam vidas de crianças e adolescentes”, ponderou.

A sessão teve, ainda, apresentações musicais das crianças da Casa Madre Regina. A entidade foi representada junto à Mesa Diretora, pela coordenadora da entidade, Irmã Rosa Maria Spaniol. Também compuseram à mesa de autoridades e convidados, padre Vilcionei Baggio, padre Gilberto Florença e a secretária municipal de Assistência Social e Habitação, Ana Calegari.

Fonte: AssCom Câmara de Vereadores de Araranguá