Foto: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

A oitava semifinal do circuito 2016 do Freio de Ouro ocorre entre os próximos dias 23 e 26 no município de Araranguá, Santa Catarina. A disputa no Caverá Country Park poderá garantir a vaga de mais oito conjuntos na decisão que acontece na Expointer, em agosto. Devem participar desta classificatória entre 35 e 40 animais da raça Crioula que correram credenciadoras tanto no Estado catarinense quanto no Paraná.

A superação do cavalo Crioulo vem sendo demonstrada a cada evento do Freio de Ouro e a expectativa para a semifinal de Araranguá não é diferente das demais classificatórias do ciclo 2016 que registraram alto nível dos animais, afirma o vice-presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), César Hax.“A ABCCC não mede esforços para garantir a estes animais pista e gado de qualidade, assim como jurados com critérios bem definidos”, salienta.

Hax destaca o papel fundamental de Santa Catarina e Paraná para a raça Crioula. Lembra que o estado catarinense possui hoje a segunda maior manada do Brasil, depois do Rio Grande do Sul. Conforme dados da ABCCC, Santa Catarina registrou em 2015 um crescimento de 12,2% no número de cavalos Crioulos, em relação à 2014, chegando a 26,86 mil animais. “O Estado catarinense possui excepcionais criadores, jurados e eventos de qualidade. E o Paraná é talvez o Estado que mais investiu em genética dentro da raça Crioula nos últimos anos”, garante Hax.

O dirigente ressalta que a entidade tem certeza que esta classificatória tem tudo para ser um grande evento, assim como as demais. “Apesar de um número de participantes mais reduzido em função de terem ocorrido menos credenciadoras em ambos os Estados, isto não diminui o valor que essa classificatória tem para a grande final do Freio de Ouro”, salienta.

Para o jurado Mauro Raimundi Ferreira, que fará parte do trio de avaliação juntamente com Fabio Muricy Camargo e Manoel Vanderlei Braz Gonçalves, a expectativa para a prova é muito boa pelo excelente nível dos animais que têm sido credenciados. Ressalta que todas as provas estão transcorrendo dentro do alto padrão de qualidade exigido pela ABCCC. Ferreira salienta ainda as boas condições da pista do Caverá Country Park. “Na última classificatória ao Freio de Ouro em que estive naquele local, mesmo após ter chovido mais de 200 milímetros durante a prova, a pista não deixou de ter condições para os animais realizarem boas apresentações”, destaca.

Depois de Araranguá, o ciclo do Freio de Ouro chega à sua reta final com as duas classificatórias abertas na região oito, a primeira em Itu(SP), na fazenda Capoava, entre os dias sete e dez de julho, e a seguinte em Brasília (DF), na Granja do Torto, de 14 a 17 de julho. O Freio de Ouro conta com o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson e Ford, além do apoio de Supra.

Confira a programação

23 de junho de 2016 (Quinta-feira)
10h - Início Admissão Classificatória
11h30min - Término Admissão Classificatória
13h - Julgamento Morfológico Classificatória - Fêmeas/Machos

24 de junho de 2016 (Sexta-feira)
9h - Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas - Fêmeas
14h - Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas - Machos

25 de junho de 2016 (Sábado)
9h - Mangueira - Fêmeas/Machos
14h - Prova de Campo - Fêmeas/Machos

26 de junho de 2016 (Domingo)
9h - Fase Final (Mangueira/Bayard-Sarmento/Prova Campo)
12h - Encerramento e entrega de Prêmios

Fonte: Rejane Costa/AgroEffective