A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Araranguá oferece atendimento especializado domiciliar para os alunos que não podem frequentar as aulas na escola. A ação busca auxiliar no desenvolvimento emocional, cognitivo, na comunicação e autocuidado dos estudantes.

A professora da Apae, Caroline Costa dos Santos, explica que não são todas as instituições que oferecem o atendimento itinerante e o principal objetivo do projeto é atender os alunos que não podem ir à escola devido a sua deficiência. “Este trabalho é de extrema importância, pois assim, continuamos o monitoramento dos alunos, mas infelizmente nem todas as Apaes conseguem realizar o projeto. Durante os encontros favorecemos a independência e recuperação”, afirma.

O atendimento é realizado através do serviço pedagógico e os profissionais estimulam a recuperação com atividades e ações que auxiliem no melhoramento do estudante. Os interessados em participar do projeto devem ir na Apae ou entrar em contato pelo telefone (48) 3522-0825.