A região do Vale do Araranguá, está em alerta com a evolução de casos de gripe do tipo H1N1, popularmente conhecida como gripe suína. Uma nota emitida no fim desta segunda-feira, pela gerente de Saúde da ADR Araranguá, Patrícia Gomes Jones Paladini, confirmou que um dos três casos suspeitos já recebeu confirmação. O paciente, de 41 anos, de Araranguá identificado com o vírus, já recebeu tratamento e está de alta da Unidade Hospitalar.

Veja o que diz a nota completa:

NOTA OFICIAL:

“A gerência de Saúde da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá comunica que em sua área de abrangência foram registradas três notificações por suspeita de gripe H1N1 em 2016, sendo que um resultado já foi analisado pelo Laboratório Central (LACEN/SC) e confirmado positivo para o vírus. Cabe ressaltar que este paciente, de 41 anos, do Município de Araranguá, identificado com o vírus já recebeu tratamento e está de alta da Unidade Hospitalar.

As outras duas notificações, em que os pacientes vieram a óbito, estão aguardando análise para confirmação se a morte foi ocasionada pelo vírus. O resultado deve ser divulgado ainda esta semana. Um dos pacientes, do sexo feminino, do Município de Araranguá, de 56 anos, foi notificado no dia 28 de março e o óbito foi registrado em 03 de abril. O outro paciente, do sexo masculino, de 39 anos, do Município de Praia Grande, teve a notificação registrada no dia 02 de abril e o mesmo veio a óbito ainda no dia 02 de abril.

Quem apresentar os sintomas deve procurar o quanto antes as Unidades Básicas de Saúde mais próximas de sua residência, que estão preparadas e capacitadas para o atendimento.”