Ganhou um novo capítulo, o latrocínio que vitimou o taxista Vagner Mendes, morto com golpes de canivete no pescoço, no último dia 20 de fevereiro deste ano. No final da tarde hoje, os adolescentes E.M.F. (16 anos) e G.P.L. (15 anos), moradores da favela do UCCA foram apreendidos por força de Mandados de Busca e Apreensão expedidos no último dia 29, pelo juízo da vara da infância e adolescência de Araranguá. O terceiro adolescente de 17 anos de idade, já se encontra apreendido desde o ultimo dia 30.

O trio é acusado da prática de ato infracional análogo ao crime de latrocínio contra o taxista Vagner Mendes Junior. Os adolescentes confessaram a pratica criminosa em depoimento à polícia. Ele relataram ao delegado Jorge Giraldi como cometeram o latrocínio. O  corpo de Vagner foi encontrado na localidade de Fundo Grande, já sem vida, e o taxi totalmente destruído pelo fogo, nas imediações do cemitério Jardim da Paz, além deste crime os adolescente são investigados pela prática de outros atos infracionais análogo a roubos a estabelecimento comercial.A família da vítima comemorou a apreensão e disse que a justiça começou a ser feita no caso do rapaz que foi morto de forma brutal. Os familiares também comentaram que a apreensão não trará Junior de volta, no entanto alivia um pouco a dor da perda.