O fim de semana foi regado com muita cerveja no Sul do Estado. Criciúma sediou pela primeira vez um evento de cervejas especiais com cervejeiros de diferentes regiões de Santa Catarina, além de produtores de São Paulo e Rio Grande do Sul. Em torno de 100 tipos de cervejas puderam ser experimentadas pelos aproximados 15 mil visitantes que passaram pelo Criciúma Cervejeira no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti.

Para a responsável pela cervejaria Imigrantes 1824, de Campo Bom, do Rio Grande do Sul, Mônica Araújo, o movimento surpreendeu. “Não esperávamos uma demanda tão grande, pois este é o primeiro evento especializado no segmento na região. Percebemos que os visitantes são realmente adoradores de cervejas, pois eles perguntam os componentes e até como funciona o processo de fabricação de cada uma delas”, conta.

Ao todo, participaram do evento 19 cervejarias. Quem esteve no Criciúma Cervejeira também teve opções gastronômicas com estilos variados de food trucks, além de apresentações musicais locais. Conforme o responsável pelos eventos da Saint Bier, de Forquilhinha, Márcio André Eyng, foram três dias de muita degustação. “Apesar das baixas temperaturas, obtivemos um público diferenciado que vê a cerveja com outros olhos, como um alimento. Esperamos participar das próximas edições”, destaca.

Conforme a diretora da Única Marketing, empresa organizadora do evento, Vanessa Hülse, o grande objetivo foi proporcionar ao público Sul catarinense uma atração inédita e diferenciada, tendo em vista que o Sul do Estado é uma região bastante cervejeira. “Os admiradores puderam passar o dia com a família e experimentar diversos tipos de cervejas. Além disso, dúvidas sobre o ramo puderam ser esclarecidas com a Associação dos Cervejeiros Artesanais de Santa Catarina (AcervA), que também esteve presente na atração”, frisa.

A estudante Simara Moraes, que morou durante sete anos na Alemanha, achou positivo o evento realizado em Criciúma. “Na Alemanha são comuns estes encontros de cervejarias, vim com a minha amiga que estava com medo de experimentar algo do qual não gostasse, então pude mostrar para ela a melhor”, brinca.

Fonte: Douglas Saviato/Comunicação Criciúma Cervejeira