Começa nesta quinta-feira, 16, em Sombrio, a 47ª edição dos Jogos Escolares da Região do Vale do Araranguá, o Jerva, com atletas obrigatoriamente estudantes do ensino básico e fundamental dos municípios (de qualquer rede de ensino) de 14 a 17 anos, e a 9ª edição dos para Jogos, ou ParaJerva, como também já foi batizada a competição realizada com atletas estudantes de Apaes da região.

Esse ano, após algumas edições menores em que muitos dos 15 municípios do Vale não participaram, 14 cidades inscreveram atletas em pelo menos uma das 17 modalidades, também maior número de competições diferentes da história do Jerva.

Além dos jogos já tradicionais de Futsal, Futebol, Vôlei, Vôlei de Praia, Basquete, Handebol, Tênis de Mesa, Xadrez e Atletismo, esse ano em fase de testes foram incluídas as provas de Corrida Rústica, Ciclismo, Skate, Jiu Jitsu, Judô, Taekwondô, Bocha e Badminton.

“Nosso objetivo e meta como responsáveis pelo esporte de nossos municípios é de propagar o esporte, difundir as modalidades para que mais e mais crianças e adolescentes pratiquem e tenham vontade de estar com amigos, confraternizando, disputando competições, treinando, enfim, longe do que faz mal e sempre com saúde e respeito ao próximo”, explica o Gerente Municipal de Esportes, Fernando Ferreira.

Primeira quadra Modular da região

A abertura do Jerva 2017 acontece às 19h30, no ginásio Rogério Valerim e terá algumas novidades esportivas de Sombrio a serem demonstradas para os participantes e simpatizantes que estiverem nas arquibancadas.

A primeira delas e mais esperada é a inauguração da Quadra Modular, primeira da região e apenas a terceira se acrescentarmos a região de Criciúma, onde a cidade de Lauro Muller também tem este tipo de piso, e região de Tubarão, em que a própria cidade que tem time na Liga Nacional também utiliza esse tipo de quadra para seus jogos.

Conquistada com recursos da Fesporte, via Secretaria de Estado de Turismo cultura e Esporte, a nova quadra foi montada no último fim de semana e terá seus primeiros jogos logo após a abertura, com Sombrio e Praia Grande no futsal feminino, e Sombrio e Jacinto Machado no masculino.

A outra novidade será a Tocha Olímpica Municipal, criada em 2016, num concurso de desenho das escolas de Sombrio em alusão a passagem da Tocha Olímpica Rio2016 por Sombrio. Ela foi desenhada pelo aluno Halander Cardoso de Oliveira, confeccionada pela Comercial ABM e será, pela primeira vez, acesa na abertura do Jerva, para o acendimento da Pira que representa a competição.

A terceira novidade é que três atletas carregarão a tocha. Um representando os paratletas, estudante da Apae de Sombrio, uma atleta de futsal, que jogará esse ano por Sombrio e representa também as mulheres no esporte, e um ex atleta que fez a vida através do esporte conquistando bolsa em universidade e constituindo família indiretamente também através de suas conquistas esportivas.

E para finalizar, um novo placar eletrônico será instalado no ginásio Rogério Valerim. Mais moderno e um pouco menor que o antigo, que estava estragado e tem difícil manutenção, o novo placar também estará colocado em novo local do ginásio, facilitando a visão dos bancos de reservas, das cabines de imprensa e da mesa de árbitro reserva e delegado de jogo.

“Vai ser o maior Jerva de todos os tempos em termos de atletas e modalidades e Sombrio quer receber todos os desportistas, que estejam jogando ou que gostem de assistir essa competição que, durante quase 50 anos, teve muita gente da região que jogou e guarda boas memórias. Que sejamos nós, agora, das arquibancadas, as memórias destes novos atletas para um espetacular evento esportivo de integração e confraternização de nossa região”, concluiu o Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso.

Fonte: Fabrício Espindola