O jogo

Com um bom público no estádio Darci Marini, e a torcida do mais querido do sul empurrando o time desde o início, o AEC começou pressionado pelo time da Veneza. Com esquema de jogo diferente do jogo de ida com Wil na esquerda e Dudu no meio, o time do Metro jogou mais leve e com mais objetivo, e saiu na frente com o araranguaense Dudu chutando de longe contando com a falha do goleiro Júlio Cesar. Ainda no primeiro tempo o AEC começou a tocar a bola e envolveu o time do Metro e perdeu três claras chances de gols com Wilsinho de cabeça, e duas com Maicon Lagoão.

Segundo tempo

Já na segunda etapa, o jogo continuou pegado e bastante equilibrado, foi quando Bruninho foi expulso o AEC com um a menos sentiu a pressão mais o time do treinador Geraldo caiu de produção quando foi substituído o zagueiro Wilsinho, onde abriu um buraco no setor defensivo e com isso o Metro se aproveitou e foi por aquele lado que Wilsinho saiu que o jogador Andrei que tinha acabado de entrar fez 2 x 1 para o Metro. Em seguida parece que o AEC sentiu a pressão e jogou a toalha, e Foguinho fez o terceiro do time da Veneza, dando números finais a partida.

Agora o AEC já pensa no ano que vem, quem sabe disputar a Copa Sul e também pensando no ano que vem novamente na LARM. O Metro faz a final o clássico da polenta diante do Caravaggio, e na categoria juniores o Metro também está na final e irá enfrentar o Turvo.

Festa bonita 

Quem fez bonito mesmo foi a torcida do AEC, a Banda Louca do AEC que compareceu em peso fazendo a festa e empurrando a equipe do início ao fim, a banda comandada pelo FLAEC Michels cantou do início ao fim e deu um show a parte.

Fonte: Maciel Assessoria Imprensa