Propositura de autoria do vereador Luiz Djalma Marcelino, o Luiz do Bailão (PDT) aprovada pela Câmara Municipal de Araranguá, na sessão desta segunda-feira, dia 9, possibilitará que Araranguá Esporte Clube (AEC) receba o reconhecimento de utilidade pública. O presidente do AEC, Ramon Mattos acompanhou a votação, inclusive ocupando espaço junto à Mesa Diretora da Casa a convite do presidente do Legislativo, Rony da Silva.

AEC

 Na tribuna da Casa, Ramon Mattos lembrou que 80% do  grupo de jogadores é formado por atletas do município.    “Reativamos uma equipe que já foi profissional, inclusive  sagrando-se campeã da Copa Santa Catarina. Hoje  disputamos à LARM. Embora nossos jogadores sejam  amadores, praticamente todos já atuaram pelo futebol  profissional. Aproveito para agradecer aos integrantes da diretoria, que são voluntários e abnegados. Hoje (segunda-feira) eles participam de uma reunião na sede da LARM, em Criciúma. Nesta temporada, o campeonato da primeira divisão começa em setembro”, ponderou. 

ELOGIO

Já o vereador Luiz do Bailão disse que o AEC, atual vice-campeão da Primeira Divisão da LARM e campeão da Segunda Divisão em 2014 representa dignamente todos os araranguaenses. “A equipe mantém escolinhas de futebol realizando um trabalho de educação e integração social por meio do esporte”, elogiou.

UTILIDADE PÚBLICA

O título de Utilidade Pública garante às entidades, associações civis e fundações o reconhecimento como instituições sem fins lucrativos e prestadoras de serviços à sociedade. Entidades sem fins lucrativos são aquelas capazes de reverter em finalidades estatutárias ou em manutenção e expansão do próprio negócio todos os lucros obtidos em atividades comercial, industrial e de serviços desenvolvidos por ela.

Somente as entidades legalmente constituídas podem obter o título de Utilidade Pública. As exigências incluem a necessidade de funcionamento da instituição há pelo menos dois anos, sem a remuneração dos seus dirigentes, e a promoção de atividades compatíveis com o título.