Aos 15 anos, Gabriel Martins da Silva, morador da zona nova sul, em Balneário Arroio do Silva, conquistou o título nacional no Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu, em evento organizado pela International Brazillian Jiu-jitsu School-IKZ. O menino finalizou seus adversários na categoria juvenil. Apesar de ser um dos mais importantes títulos, este não foi o único. Nos 20 campeonatos que participou, dez medalhas de ouro, seis de prata e quatro de bronze.

“Costumo chegar ansioso para o campeonato, mas em nenhum momento fico nervoso. Eu sei o quanto estes títulos são importantes para mim e para a minha equipe. Gosto de ver todas aquelas pessoas na arquibancada e procuro lutar como faço nos treinos, para no final dar tudo certo”, resume Gabriel, que começou a treinar em 2010, quando foi apresentado às artes marciais no Programa de Erradicação do Trabalho -PETI. De lá pra cá, ele desenvolveu paixão pelo esporte e tornou-se um grande campeão.

Gabriel é um dos alunos do professor Carlos Batista CB Team. O projeto social desenvolvido pelo mestre das artes marciais em Arroio do Silva, têm mudado a vida de muitas crianças e adolescentes. Muitos “garotos- problema”, que antes davam dor de cabeça aos familiares, agora só dão trabalho aos adversários.

Perseguindo um sonho

O garoto que mudou de vida por causa do esporte e que sonha ser um grande lutador profissional ainda tem pela frente, uma nova luta à ser vencida.

Para continuar trilhando o sonho, o adolescente ainda precisa arrecadar fundos e custear a passagem, o transporte e a alimentação para disputar o campeonato mundial de Jiu Jitsu que acontecerá no próximo dia 17 de outubro no Rio de Janeiro. Para garantir um lugar na competição, a mãe do menino, Neusa Maria Martins, 52 anos, tem se dedicado à uma verdadeira maratona em busca de patrocínios.

O objetivo é não frustrar o sonho do garoto que segue embalado pelas sucessivas vitórias. “No ano passado não conseguimos juntar todo o dinheiro e ele não foi ao campeonato. Foi muito doloroso pra mim ver a tristeza estampada no rosto do meu filho. Desta vez vou bater em quantas portas forem preciso para realizar o sonho dele,” conta a mãe emocionada que apesar de não ser atleta é uma campeã na vida ao criar sozinha os três filhos.

E dona Neusa tem acompanhado de perto a performance de Gabriel.  Aonde quer que ele esteja, lá está ela nas arquibancadas. O objetivo é demonstrar apoio e carinho. O garoto com os olhos cheios de lágrimas retribui como pode “Minha mãe é uma guerreira, é ela quem merece todos os troféus do mundo. Ela sim é campeã,” conta.

Ajude você também

O custo total da viagem está fixado em R$ 670 e o valor será usado para despesas de inscrição, viagem e alimentação. Quem puder ajudar com qualquer quantia pode entrar em contato com a família do garoto. Telefones: 48- 9959 8126 ou 9940-0969

Fotos: David Cardoso