Morro Grande sedia esta semana uma das maiores mostras artística da região. A 6ª Exposição Artística Coletiva do Projeto Morro Grande em Arte, é uma iniciativa educacional que através de vivências artístico-culturais de alunos, descontrói estereótipos e oportuniza vivências relacionadas as diferentes linguagens artísticas, valorizando a cultura do Brasil, do estado de Santa Catarina e do município de Morro Grande.

Além de reunir obras de estudantes do ensino fundamental da rede municipal e do ensino médio da rede estadual do município, a exposição traz mais de 20 artistas, de dentro e fora do estado. As obras estão expostas no Salão de Festas da Comunidade de Nova Roma, e ficarão até sexta-feira, 15. O horário de visitação é das 8h às 12h e das 13h às 21h.

Reconhecido nacionalmente

Em 2018, o projeto idealizado pelo professor de artes Mikael Miziescki, foi reconhecido como uma das dez melhores pesquisas educacionais do Brasil, em decorrência do Prêmio Educador Nota 10 – promovido pelas Fundações Victor Civita, Roberto Marinho e Lemann, Grupo Abril e parceiros -, além de ser semifinalista do Prêmio Arte na Escola e condecorado com a Medalha da Ordem Nacional do Mérito Educativo pelo Ministério da Educação (MEC).

Aristas em exposição

A exposição passeará pelas diferentes linguagens e múltiplas técnicas artísticas - xilogravura, aquarela, pintura, desenho, escultura, serigrafia, instalação, entre outros - sendo uma pesquisa que se desenrolou durante todo o ano letivo de 2019, à luz de um referencial teórico desconstrutor. Possui como alicerce, a crítica, reflexão, memória, história, arte contemporânea, cultura e educação. A edição contará, ainda, com produções dos seguintes artistas convidados: Odete Calderan (Sananduva/RS), Angélica Neumaier (Santa Maria/RS), João Vejam (Florianópolis/SC), João Miot (Araranguá/SC), Sérgio Honorato (Criciúma/SC), Victória Jorge (Lauro Müller/SC), Maíra Cândido (Braço do Norte/SC), Aline De Noni (Jacinto Machado/SC), Willy Zumblick (Tubarão/SC), Bel Duarte (Criciúma/SC), Malu Dal Pont (Meleiro/SC), Ale Kalko (São Paulo/SP), Mauro Rosa (São Bernardo do Campo/SP), Rodrigo Kurtz (Alegrete/RS), Alan Cichela (Criciúma/SC), Catarina Siqueira (Criciúma/SC), Angela Peyerl (Navegantes/SC), Egídio Rocci (São Paulo/SP), Pepe Lemos (São Paulo/SP), Andrea Avizi (São Paulo/SP), Henry Goulart (Urussanga/SC), Kaká Moreira (Navegantes/SC), Jimson Vilela (São Paulo/SP), Fabiana de Oliveira (Esperança/PB), entre outros. No setor histórico, contaremos com mais de 20 réplicas de espadas lendárias e clássicas da história do cinema, cédulas e moedas de mais de 30 países. Ao todo, serão mais de setecentas produções artísticas.