Um dos médicos psiquiatras mais conhecidos do país, Jairo Bouer, esteve em Araranguá durante esta semana. A convite do Colégio Murialdo, Bouer trouxe importantes questões sobre o uso excessivo da tecnologia e os impactos dela na vida dos jovens através da palestra “Como anda sua cabeça?”.

Ao todo foram dois dias de palestras, uma voltada aos pais e outra aos alunos, já que problemas pelos usos da tecnologia não escolhe gerações. “O digital está muito presente na vida de todo mundo. Hoje em dia, o que acontece nas redes sociais é real, os jovens vivem imersos. Por conta disso, nós começamos a notar algumas questões. Começam a surgir problemas de saúde, no comportamento e que podem afetar o rendimento escolar”.

O objetivo da palestra é que os jovens, em especial, façam um uso mais consciente da tecnologia e deixar os país mais alertas sobre o assunto. Para Bouer, a solução é saber moderar, já que é quase impossível viver sem ela, e perder o preconceito na hora de procurar um profissional. “É uma geração que sofre muito do ponto de vista das emoções. A gente começa a desconfiar que seja o uso das tecnologias, em especial das redes sociais. Meu conselho é buscar sempre por um ponto de equilíbrio, por mais que as vezes ele fica deslocado, por conta das pressões, distorções de realidade. Mas saúde mental é muito importante. É necessário também perder o preconceito. Se a você está com problema, precisa pedir ajuda”, finaliza.