A data mais romântica do ano chegou. E por mais comercial que ela possa ter se tornado nos últimos tempos, celebrar o amor não custa nada, não é? Já que estamos no Dia dos Namorados, a reportagem do Grupo W3 foi atrás de uma história que pudesse inspirar as pessoas. Encontramos Taiara Cardoso Farias Evaldt e Welliton Evaldt do Nascimento, que namoraram por seis anos e durante todo este período preservaram sua virgindade para depois que oficializassem sua união perante Deus. Há nove meses, eles realizaram este sonho e agora, compartilham um pouquinho desta história de amor com a gente. Acompanhe:

Como vocês se conheceram?

Nós nos conhecemos em uma rede social, porque tínhamos em comum um evento para ir: um retiro de jovens, no carnaval. Conversamos por um tempo, de longe, pois ele morava no Bal. Gaivota e eu em Araranguá. Nosso primeiro encontro foi nesse retiro, e foi onde nossa história começou.

E quando decidiram casar?

Nós iniciamos nosso namoro com esse desejo, porque acreditamos que o namoro não é um experimento, e sim uma preparação para o casamento. Mas como éramos muito jovens, apenas seis anos depois é que nós iniciamos nossos planos para o casamento.

Vocês acham que a presença de Deus fez diferença no relacionamento?

Desde o início fomos muito cuidados por Deus, e acredito que não fosse Ele, teria sido algo passageiro, pois nossos princípios nos fizeram levar a sério nosso encontro, que já havia sido preparado por Ele. E tem sido assim desde então, em cada etapa, nosso noivado, nosso casamento, em tudo, vemos o cuidado dEle.

Em tempos em que a virgindade já se tornou algo 'desvalorizado', por que vocês agiram de maneira diferente e optaram por preserva-la?

Eu tenho 22 anos e o Welliton 25. Nós ouvíamos muito sobre isso na igreja, mas também descobrimos muito a respeito lendo a bíblia juntos. Apesar de não ser algo comum, sempre foi um desejo no nosso coração. Achamos importante nos conhecer em outro sentidos durante o namoro, nossos sonhos, nossos gostos e nos guardar em santidade, pois apesar de nos amarmos, nós colocamos sempre nosso amor a Deus em primeiro lugar, e se Ele nos ensina dessa forma é para nos preservar de algo. E hoje temos certeza que fizemos a escolha certa, ao contrário do que muitos nos questionavam.

Na sua opinião, o que o relacionamento de vocês tem de melhor?

Acho que nossa cumplicidade é o que temos de melhor, exatamente porque nós conhecemos um ao outro, porque reservamos o tempo do namoro para isso.

Qual o conselho vocês dariam às pessoas – especialmente aos jovens - que forem ler essa matéria?

Não se relacione com alguém antes de se relacionar com Deus, quando você coloca Ele em primeiro lugar, seu relacionamento vai ser primeiro sonhado por Ele e aí você não vai precisar passar por várias experiências e se machucar diversas vezes.

Bom, e aproveitando, eu falei muito por nós dois, mas queria deixar um recado para o meu marido: "a vida tem sabor tão diferente, desde quando a gente se encontrou, quanta espera e esperança, dores, distância, não impediram nosso amor."

Fonte: Fotos: Natanael & Luara Photography