Sucesso de público, a Heimatfest chegou aos 80 mil visitantes já no início da tarde deste domingo. A realização do Desfile Histórico Cultural na manhã de hoje trouxe centenas de pessoas a Forquilhinha, que aproveitaram ao final, para almoçar na festa e apreciar a programação do último dia. “A chuva dos últimos dias não atrapalhou o público, já que grande parte das estruturas do centro de eventos e da arena de shows eram totalmente cobertas”, ressalta o presidente da Comissão de Eventos Kau Arns.

A manhã de domingo foi reservada para o desfile histórico cultural que contou com uma retrospectiva de todas as edições da Heimatfest desde a sua primeira edição em 2003. Em seguida as etnias colonizadoras afro, polonesa, japonesa, italiana e alemã trouxeram inúmeros elementos da história da colonização. A Banda Matusa foi homenageada pelos seus 40 anos e por ser originária de Forquilhinha. Bandas alemãs, grupos folclóricos e famílias inteiras se envolveram no desfile que lotou a Avenida 25 de Julho.

A gastronomia também foi um ponto forte da festa, com restaurantes de comida típica alemã e italiana, além de diversos tipos de lanches rápidos no Biergarten. A programação também contou com feiras, exposições, Festival de Danças Folclóricas Heimattanz, tarde dançante da terceira idade, concurso de chope em metro, 1º Aberto Internacional de Xadrez, entre outros.

A Heimatfest teve diversos shows regionais gratuitos com bandas alemãs e italianas, Gisele e Sandro Henrique, Neguinho e Emanuel, Yonara e Jardel, Jean Lucca e Dany, Marília Dutra, Meninas da Sanfona, Anddy e Banda Torre, Sid e Zucky, Sapato Velho, além dos shows nacionais Henrique e Juliano, Bruninho e Davi e fechando o domingo, Gustavo Lima.

Fonte: Carla Giassi