O projeto de revitalização total da Praça Frei Eusébio de Alfredo Chaves, no Centro Histórico de Maracajá, está em fase final de elaboração de orçamento e no decorrer deste mês de julho terá seu edital licitatório aberto. A informação é do prefeito Arlindo Rocha, que alerta a comunidade para o envio de sugestões que possam melhorar o projeto desenvolvido pela engenheira Vanessa Jerônimo, chefe do Setor de Planejamento da Prefeitura de Maracajá.

"É importante a participação das pessoas sugerindo alternativas para que a nova praça atenda as aspirações dos maracajaenses e, sobretudo, tenha a digital da nossa comunidade", disse o prefeito. As obras serão executadas com recursos próprios e devem começar em um prazo em torno de 60 dias, dependendo dos trâmites do processo licitatório. A previsão é de um período de seis meses para execução dos serviços necessários.

O projeto que ganhou uma "maquete digital", também desenvolvida pela engenheira Vanessa Jerônimo, mostra uma mudança radical no equipamento, inaugurado na véspera do Natal de 1990, pelo então prefeito Antenor Rocha, que tinha como vice-prefeito Pedro Pereira. Conhecida como Frei Eusébio Ferreto, nome de batismo do religioso, que era de uma Ordem de Capuchinhos, a praça ganhará novos equipamentos. Eusébio foi vigário de Maracajá por 17 anos, de 1956 a 1973 e teve intensa participação na emancipação do município.

Conforme Vanessa, todo o revestimento do piso, hoje em petit-pavé, chamada de pedra portuguesa, será substituído por pavers, blocos de concreto. "A exceção será no entorno do chafariz, que será reativado, onde vamos manter o revestimento com as pedras portuguesas, até como forma de registro histórico das características iniciais da praça", ilustra a chefe do Setor de Planejamento.

A nova praça terá banheiros públicos, um monumento à Bíblia, e uma réplica em releitura da estação ferroviária de Maracajá, que vai abrigar uma lanchonete. A atual quadra de areia continuará sendo área para prática esportiva, mas com piso concretado e ao lado será construído um parque infantil com piso em grama sintética A intenção segundo o prefeito “é dotar a cidade de um equipamento que orgulhe os moradores, que sirva para as famílias se encontrarem e tornem a cidade mais bonita e aconchegante”.

Fonte: Assessoria de Imprensa