Um grupo de 15 colombianos esteve, nesta segunda-feira, 24, em Jacinto Machado para fazer trocas de experiências, principalmente, sobre a cultura do maracujá, fruta nativa na Colômbia. Durante a semana eles irão visitar vários municípios da região sul.

A Epagri, com a colaboração de vários parceiros, recebeu a comitiva composta por produtores de maracujá, limão taiti, cacau e abacate. “O objetivo é o intercâmbio técnico sócio cultural, trazer os conhecimentos de lá e para que eles conheçam a nossa realidade”, conta o extensionista da Epagri de Jacinto Machado Alex Roesler, que vai acompanhar o grupo de perto durante toda a semana.

O roteiro na região iniciou com a visita à unidade da Cooperja, em Jacinto Machado para conhecer, principalmente, o processo do maracujá doce e azedo e ainda visitar produtores de maracujá na cidade, na terça eles estarão no seminário que vai acontecer em Sombrio, na quarta vão visitar produtores e atacadistas de São João Dio Sul, Sombrio e Balneário Gaivota, na quinta estarão em Urussanga em evento sobre fruticultura de clima temperado, na sexta vão participar de um dia de campo em Forquilhinha e Maracajá sobre abacaxi e pitaya e á tarde estarão na Unisul de Tubarão.

O secretário de Turismo de Jacinto Machado, José Carlos Zanatta, acompanhou a visita ao município. “Ficamos felizes com a vinda de todos vocês em nossa cidade e agradecemos a oportunidade de passar por Jacinto Machado”.

Já conhecido na região, o engenheiro agrônomo da Colômbia Jaime Enrique Sanches Aceldas, encabeçou o intercâmbio e afirma que o principal objetivo da visita é a troca de experiências. “Somos fortes na exportação, mas o Brasil é muito forte em outras áreas e que queremos aprender muito com isso. Eu acho muito interessante o que é feito aqui, por exemplo, com as cooperativas, as pesquisas e acompanhamento com os produtores”, completa Jaime.

Fonte: Assessoria de Imprensa