Cerca de R$ 250 mil foram comercializados na sétima edição da Feira Estadual de Agricultura Familiar que ocorreu entre os dias 30 de janeiro e 3 de fevereiro na Rua Itapeva junto à Praça XV de Novembro, em Torres. Conforme o secretário municipal de Desenvolvimento Rural e Pesca, José Vanderlei Brocca, as vendas superaram as expectativas nesta edição da Feira do Sabor Gaúcho.

Foram comercializados quase 1,5 kg de queijo e 1 mil kg de salame. A Feira foi promovida pela Fetag-RS, Prefeitura de Torres, Emater/RS, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e contou com o patrocínio do Banrisul e Sicredi.

Embora alguns comerciantes do Litoral venham se queixado da temporada, de uma maneira geral, os agricultores participantes da Feira ficaram satisfeitos com as vendas. A temperatura alta durante o período do evento trouxe muitos visitantes a Torres, intensificando a comercialização. Esta edição contou com 36 empreendimentos, provenientes de 27 municípios. Deste total, três participantes integram o Programa Municipal de Agroindústria: a Orquisel Orquidário (Torres), Afarve (Rio Verde) e Mulheres em Ação, do Barro Cortado, com artesanato de palha de bananeira e milho.

O evento disponibilizou uma diversidade de produtos, tais como queijos, salames, geleias, biscoitos, doces, sucos naturais, bolos, cucas, pães, vinhos, erva-mate, cuias, cachaça, mel, flores, plantas e artesanato. Queijos e salames foram os produtos mais procurados.

Na solenidade de abertura, as autoridades destacaram que as agroindústrias precisam deste espaço de comercialização. Esta é a principal alternativa para o desenvolvimento econômico e social do campo garantindo também a sucessão familiar na propriedade. A cada nova edição os empreendimentos têm fidelizado clientes.

Fonte: Assessoria de Imprensa