A vacinação contra a Febre Amarela, em Maracajá, será realizada em dois dias da semana e terá também um horário estendido por semana, nas terças-feiras, das 16 às 21 horas. A informação é do diretor do Departamento de Saúde, Diogo Copetti, que alerta sobre o avanço da doença em direção ao sul do país.

A doença é infecciosa, transmitida por picada de mosquito, podendo levar a óbito quem se contamina. As pessoas com idade entre nove meses e 59 anos integram o público alvo. Pessoas com mais de 60 anos também poderão se imunizar, mas mediante a autorização médica, ressalta a responsável pelo setor de Vigilância Epidemiológica, Silvana Bilesimo.

Em Maracajá a sala de vacinação do Cemasas estará a disposição para vacinação das terças-feiras das 8 às 21 horas e na sextas-feiras das 7h30 às 11h30. Em Santa Catarina, a previsão é para que 3,3 milhões de pessoas sejam vacinadas. Quem já tomou uma dose não precisa tomar uma nova, já que, desde abril de 2017, a recomendação do Ministério da Saúde é de dose única.

Na maior parte dos casos, os sintomas da febre amarela incluem febre, calafrios, perda de apetite, náuseas e vômitos, dores de cabeça e dores musculares, principalmente nas costas. Nas ocorrências de maior gravidade podem ocorrer problemas cardíacos, renais e hepáticos, daí a importância da prevenção pela vacina.

Fonte: Assessoria de Imprensa