A sexta-feira, 28, iniciou de maneira inusitada para a guarnição do Corpo de Bombeiros de Forquilinha. Na chamada, um pedido de atendimento a uma gestante em trabalho de parto.

De acordo com o soldado Coelho, a guarnição do foi acionada via para atendimento de uma feminina gestante do nono mês com contrações. "Chegando no local, a feminina nos relatou que já era sua terceira gestação. Durante o transporte vitima estava apresentando contrações de 1 em 1 minuto e houve o rompimento da bolsa", relata.

Na altura da rua João Pessoa, na cidade de Criciúma, às 8h50, a guarnição realizou o parto emergencial de uma menina, que transcorreu sem intercorrências. "Foi realizado o corte do cordão umbilical e ambas, mãe e filha, foram conduzidas ao hospital São José", relata.

Segundo o soldado, casos como este são raros. "Sempre conseguimos chegar no hospital, mas desta vez, não deu tempo", acrescenta.

Além do soldado Coelho, a ocorrência também foi atendida pelos soldados Marlon e Cardoso e pelo aluno Bombeiro Civil, BC Michels.

*Esta matéria foi uma sugestão de um leitor. Se você também tem sugestões de pauta, entre em contato com a equipe de reportagem do Grupo W3 pelo nosso Facebook