Em Maracajá, duas mulheres foram detidas na Escola Encruzo do Barro Vermelho. De acordo com informações do cartório eleitoral de Araranguá, ambas carregavam material de camapanha política, mas foram retiradas do local pela Polícia Militar.

Um outro caso, também envolvendo uma mulher, ocorreu em uma das escolas do bairro Coloninha, em Araranguá. A informação foi confirmada pelo delegado regional de Araranguá, Diego Archer de Haro em entrevista a rádio Eldorado de Criciúma.

Um outro homem foi flagrado em Forquilhinha, comprando e pedindo votos na Escola de Educação Básica Egídio de Bonano, do bairro Santa Cruz. Foram apreendidos com ele dinheiro e material de campanha eleitoral. Ele foi encaminhado à Polícia Federal e pagou R$ 650 de fiança.

Maracajá
Maracajá