A primeira fiscalização integrada de 2018 ocorreu na manhã desta sexta-feira (16), na Rodovia Alexandre Beloli, na Primeira Linha. A ação foi realizada pela Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) e Vigilância Sanitária de Criciúma. O objetivo era abordar veículos pesados para o supervisionamento das normas de trânsito e segurança.

No total foram abordados 16 caminhões e veículos de carga, 10 foram autuados e dois deles foram recolhidos e só poderão ser liberados após a regularização dos veículos. “Cada órgão foi responsável por vistoriar de acordo com as exigências do seu setor, para atuar em conjunto nas rodovias municipais”, explicou o coordenador da Defesa Civil de Criciúma, Dioni Pereira de Borba.

Segundo Borba, o projeto para 2018 é realizar mensalmente a verificação das normas de segurança no transporte de produtos perigosos, bem como orientar e fiscalizar os postos de combustíveis e malhas viárias.

Defesa Civil

Os agentes da Defesa Civil do município foram responsáveis pela fiscalização da Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (MOPP), Equipamentos de Proteção Individual (EPI), materiais de segurança e plano de emergência. Quatro caminhões foram parados e nenhuma irregularidade foi identificada.

Diretoria de Trânsito e Transporte

Os agentes de trânsito efetuaram a parada dos veículos e a verificação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), habilitação profissional e documentos do veículo. De todos os veículos que foram abordados, três foram autuados e dois foram recolhidos.

Vigilância Sanitária

Durante o processo os fiscais da Vigilância verificaram os produtos sanitários, desde produtos farmacêuticos, de higiene até itens alimentícios. Dos 12 veículos parados, sete foram autuados. A principal irregularidade foi a ausência de licença de transporte para produtos sujeitos a fiscalização.

Fonte: DECOM