A última semana foi marcada pelo encerramento do Projeto Sanitarista Junior em duas escolas de Araranguá, cujas solenidades aconteceram nos dias 4 e 7 de dezembro. O projeto da CIDASC, no município, contou com a parceria da Prefeitura e das instituições Arasul e Prodapys.

Todos os alunos participantes receberam um certificado de Sanitarista Jr. e com ele, a missão de passar adiante e colocar em prática o conhecimento adquirido.

O objetivo, segundo a médica veterinária da CIDASC e responsável Regional pelo projeto, Paula Grechi Gerhardt de Almeida, era ensinar temas referentes a Defesa Sanitária Agropecuária, sensibilizando os adultos do futuro para uma consciência de responsabilidade e cooperação para a economia e a saúde do meio ambiente de forma integral, e aproximar um pouco mais da comunidade, este órgão estadual, através dos pequenos.

Na escola Almerindo Manoel da Luz, os alunos do 4º e 5º anos matutinos, participantes do Sanitarista Jr, fizeram diversas demonstrações do conteúdo aprendido. Apresentaram paródias, manequim de bovino com os brincos de identificação oficial, explicando sua função, e também a exposição de alguns dos trabalhos realizados ao longo do desenvolvimento do projeto.

Na escola Otávio Manoel Anastácio, os alunos do 4º ano vespertino participaram de uma gincana, respondendo a perguntas sobre a Defesa Sanitária Agropecuária. O local escolhido foi o pátio do Parque Ecológico de Maracajá, onde eles fizeram a trilha e observaram os animais que são acolhidos e expostos no local.

Nos dois encerramentos, estiveram presentes o gestor Regional da CIDASC, Eduardo Pesenti, a responsável Regional pelo projeto, Paula Grechi Gerhardt de Almeida e os colaboradores, Vanessa C. Del Môro e Gilson R. R. de Brito, do escritório de Araranguá, e João Natalino, do escritório do Turvo. Além dos colegas da Companhia, acompanharam os eventos a Secretária Municipal de Educação, Ariane Almeida e a Diretora do Ensino Fundamental, Tomásia Farias, que forneceram os prêmios do Concurso Cultural. Foi entregue um tablet para a melhor redação, no 5º ano e um para o melhor desenho de cada 4º ano.

Este ano o projeto foi desenvolvido em quatro escolas da Região, duas em Araranguá, uma em Sombrio e uma em Timbé do Sul. “A CIDASC agradece a todos os envolvidos, principalmente aos diretores das escolas, professores e alunos”, concluiu o gestor Regional da CIDASC.

Fonte: Leneza Della Krás - Assessoria de imprensa ADR