O projeto Plant For The Planet surgiu em Tutzing na Alemanha em 2007, sendo uma iniciativa de sensibilizar crianças e adultos sobre as questões da mudança climática, justiça global, desenvolvimento sustentável e a recuperação de áreas degradadas em todo o mundo.

Os escoteiros foram divididos em grupos e receberam uma capacitação, aplicada de maneira dinâmica, executado por uma equipe de professores e estudantes do curso de Engenharia de Energia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no campus Araranguá, com jogos e envolvimento das crianças e adolescentes. “Foram mostrados os efeitos provocados pela variação climática em decorrência do efeito estufa e a importância do desenvolvimento sustentável global”, revela o coordenador do Grupo, Ricardo Assis Alves.

Na tarde do próximo sábado, os Escoteiros farão o plantio de várias mudas de árvores nativas em áreas degradadas na margem do Rio Araranguá em parceria com a Fundação do Meio Ambiente de Araranguá - FAMA.

Em seguida, na sede do Grupo, receberão do Embaixador do Plant for the Planet o certificado de Embaixadores do clima, comprometendo-se a multiplicar os ensinamentos recebidos, de modo a lutar por um mundo mais sustentável.