A Prefeitura de Passo de Torres receberá recursos do Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, que serão destinados ao desassoreamento (dragagem) do leito da Barra do Rio Mampituba.

O convênio no valor total de R$ 172 mil, cujo investimento de R$ 146 mil será repassado pelo Governo do Estado, com contrapartida de R$ 26 mil do Município, foi assinado na tarde desta segunda-feira, 02, entre o secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt e o Prefeito de Passo de Torres Jonas Gomes de Souza.

Também participaram da assinatura que aconteceu na sede da ADR os vereadores de Passo de Torres, Moacir Mello da Rosa, Jaci Anacleto Eziquiel e Ademilson Batista da Silva, o gerente Regional de Infraestrutura, engenheiro Jocilon Coelho e o técnico do setor de convênios da Agência, Elison de Maceda.

O Prefeito destacou que este será um importante recurso destinado ao Município, para facilitar a entrada e saída de barcos pesqueiros. “A pesca artesanal é muito importante para a economia de Passo de Torres, representando cerca de 60% da atividade econômica local, sendo responsável pela criação e manutenção de inúmeros empregos diretos e indiretos, gerados no comércio local e prestação de serviços”.

Jonas explica que são cerca de 700 famílias cadastradas junto à Colônia de Pescadores Z-18, que produzem atualmente 5.500 toneladas de peixes. O Município possui 400 marinheiros embarcados (que pescam em alto mar) e outros 300 que pescam em terra. “Quando a Barra do Rio Mampituba não oferece condições para a entrada dos barcos, ocasiona prejuízos aos pescadores com o deslocamento até outro porto”, justificou.

O secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, reafirma a importância de mais este convênio assinado, com investimentos do Governo do Estado que auxiliarão consideravelmente na manutenção da atividade pesqueira de Passo de Torres.

Fonte: Leneza Della Krás/Comunicação ADR Araranguá