Aproximadamente cem pessoas participaram nesta terça-feira, 26 de setembro, da caminhada de valorização à vida. No mês em que se comemora o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, 10 de setembro, a Secretaria Municipal de Saúde realizou a caminhada “Setembro Amarelo”. A concentração ocorreu às 14h na sede do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) em direção à Praça XV de Novembro, passando pelas ruas centrais. A intenção foi de esclarecer e mobilizar a sociedade civil sobre um assunto ainda considerado tabu. A iniciativa visou capacitar o público a prestar ajuda a quem precisa.

Muitos dos participantes eram usuários do CAPS, seus familiares e servidores do Centro, da Atenção Básica e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Conforme a coordenadora do Centro, Carla Quartiero Gross, o assunto é de extrema importância, uma vez o índice de suicídio na região é significativo. A coordenadora salienta que o suicídio é uma questão de saúde pública. O Caps atende pacientes em diversos aspectos mentais, depressão, ansiedade, stress, pensamento suicida, saúde mental, álcool e outras drogas.

O alerta sobre o tema junto à população foi realizado através da distribuição de material educativo aos populares e comércio local. Algumas medidas podem ajudar muito na prevenção do suicídio, como: escutar com atenção, conversar francamente sobre o assunto, não negar sofrimento da pessoa (dizer que não é nada e vai passar), não deixar a pessoa desacompanhada nem por um minuto e procurar serviço de saúde mais próximo. Mesmo que a pessoa não aceite, a família pode buscar orientação. A maioria dos participantes vestia uma peça de roupa amarela, cor alusiva à campanha. A caminhada contou com o apoio da Diretoria de Trânsito, da Guarda Municipal e da Brigada Militar.

Fonte: SECOM - Torres