Com um grand finale de mais de 60 vozes de coralistas regidos pelo maestro Osvaldo Duarte Pereira, de Sombrio, cantando as músicas Vira Virou de Kleiton e Kledir e Como a Flor de José Acácio Santana,  o 9º Encontro de Corais de Balneário Arroio do Silva encerrou com chave de ouro neste domingo, 24 de setembro, na Igreja Matriz Nossa Senhora dos Navegantes.

O evento promovido pela Associação Coral de Balneário Arroio do Silva, ABAS, agradou aos amantes da música à quatro vozes e recebeu elogios dos corais participantes. Em sua nona edição, o encontro voltou a ser realizado na igreja matriz, que tem uma boa acústica e acomoda um grande público. O encontro proporcionou a presença de grupos que ainda não tinham participado das ultimas edições, como dos corais Santa Ana de Mirim de Imbituba, Coral do Hospital São José de Criciúma, Coral do Grupo Eliane de Cocal do Sul, Coral daUnesc e dois corais da cidade de Sombrio. O repertório, aliado aos novos arranjos conquistaram o público.  

O prefeito Juscelino “Mineiro”Guimarães, seu vice Carlos Scarsanella  e respectivas esposas , o secretário de Turismo, Beto Costa e diretora de Cultura, Sandra Peruchi prestigiiaram  encntyr do início ao fim. “Parabenizamos ao ABAS pela brilhante organização e eventos como esse só elevam a cultura de nosso balneário. Para a 10ª edição vamos ser parceiros num grandioso encontro”, afirmou.

O Encontro de Corais  contou com apresentação de 14 grupos. O coral do Arroio do Silva abriu a programação, seguido pelo coral Canto e Encanto do Citi de Sombrio, coral São Pedro da Coloninha, coral Santa Terezinha de Imbituba, coral do Hospital São José, coral de Praia Grande e do Grupo Eliane de Cocal do Sul.

Ao meio dia foi servido almoço no salão paroquial, preparado pelos membros do coral do Arroio, com apoio do voluntário e vereador Elvio Zoche. O grupo madrugou para preparar o cardápio do almoço, elogiado por todos.

Na parte da tarde se apresentaram mais 7 corais, Santa Ana de Mirim de Imbituba, coral de Araranguá, coral de Içara, coral de Forquilhinha, que comemora  100 anos de fundação, Imbituba, coral de Sombrio, Balneário Rincão e coral da Unesc. Ao final de cada apresentação os grupos eram agraciados com um troféu do evento.

“Esse encontro foi surpreendente em tudo, com grupos que não tinham vindo nas edições anteriores, voltamos a sediar na igreja que tem uma excelente acústica e realmente superou nossas expectativas. Agradeço ao apoio de todos os nossos coralistas e grupos visitantes, ao pároco padre Ademar de Fáveri, que nos cedeu a igreja e salão paroquial para receber de forma aconchegante a todos. Agora vamos pensar na 10ª edição em 2018”, concluiu Gelsi Novello, dona Dedé, presidente da Associação Coral de Balneário Arroio do Silva.

Fonte: Jorge Luis Pimentel