Em comemoração ao Dia Mundial Do Meio Ambiente, 5 de junho, o departamento municipal do Meio Ambiente de Balneário Gaivota promoveu a Semana do Meio Ambiente com ações ambientais.

O dia 5 de junho foi escolhido pela ONU para ser a data em que a preocupação do meio ambiente seja a principal atividade. Criada em 1972, a comemoração foi assinada durante a abertura da Conferencia de Estocolmo sobre o tema, junto com outra resolução que criava o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas.

O dia Mundial do Meio Ambiente visa incentivar a economia evitando o desperdício e a preocupação com as emissões de carbono, com o uso de alternativas energéticas, conservação das florestas e consumo consciente. O objetivo é conscientizar as pessoas para que elas se tornem agentes sustentáveis e promovam atitudes ambientais em suas comunidades.

Entre as ações do departamento em Balneário Gaivota, foi o lançamento das lixeiras ecológicas com o projeto, Praia Limpa, na qual foram confeccionadas duas lixeiras modelo para instalação nas repartições públicas, uma parceria junto com o departamento de serviço de posturas do balneário “são lixeiras confeccionadas com pneus descartados e que não tinham um descarte correto, com isto vamos tirar os pneus velhos de circulação e dar um fim útil para eles” explica Marcelo Aguiar Alves, diretor municipal do Meio Ambiente.

Na quarta-feira (07) foi a vez de distribuir mudas de arvores frutíferas e também de algumas Palmeiras. A distribuição ocorreu na Avenida Santa Catarina, na entrada do município, onde foram distribuídas aproximadamente 300 mudas “esperamos que a ação incentive as pessoas entenderem a necessidade de cuidarmos do Meio Ambiente” ressaltou Marcelo, enquanto isto, a bióloga municipal, Adelsa de Matos estava explanando em uma rádio regional sobre os trabalhos que vem sendo desenvolvidos no município.

De acordo com o departamento de Meio Ambiente, outras ações serão realizadas ao longo do ano, como as tradicionais limpezas das dunas e trabalhos de conscientização quanto ao descarte de materiais em locais inapropriados que causam danos ao meio ambiente "estaremos trabalhando em prol dos cuidados necessários para que o nosso balneário continue se desenvolvendo de maneira sustentável e preservada, garantido um futuro ainda melhor" conclui Marcelo.

Fonte: Guilherme Scherer