Geladeiras, televisores, ar condicionados, entre outros itens estão à disposição no depósito da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá para doação às entidades sem fins lucrativos, de toda Região Sul. Eles foram doados pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena.

Entre a planilha de levantamento dos bens móveis, que haviam sido utilizados pela FUNASA, polo de Porto Alegre/RS, estão geladeiras, ar condicionados, televisores, cafeteiras, monitores, cadeiras fixas e giratórias, bicicletas, mesas escrivaninhas, mesas auxiliares, impressoras, bebedouros, relógios de parede, telefones, entre outros.

Embora não atendam mais às necessidades do referido órgão, a maioria dos bens disponíveis para doação está em condições de uso por outras entidades, e podem ser úteis no cotidiano das instituições.

O secretário executivo da ADR Araranguá, Ivan Gabriel Milanez Ávila, explica o processo que originou o recebimento dos equipamentos. “A diretoria de gestão patrimonial da Secretaria de Estado da Administração de Santa Catarina verificou in locoque nós possuíamos um amplo espaço no depósito da Agência. Concordamos em receber temporariamente estes materiais, e desta forma, encaminhá-los a instituições sem fins lucrativos que tenham interesse em utilizá-los, facilitando o trabalho dos mesmos”, destacou.

O secretário explica que os móveis e equipamentos estarão guardados no depósito da ADR até o próximo mês de março. Portanto, as entidades e instituições que tenham interesse em receber os mesmos devem se dirigir até a sede da Agência de Desenvolvimento Regional em Araranguá (procurar o responsável pelo Sistema de Gerenciamento Patrimonial, Valdemar Hahn Junior) o quanto antes para que seja elaborado o termo de doação.

Fonte: Leneza Della Krás