Um dos destaques da sessão dessa segunda-feira, dia 12, na Câmara de Vereadores foi a concessão de Moção de Reconhecimento ao 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Araranguá, destacando a ação do 19º Batalhão da Polícia Militar.

Durante a reunião legislativa, o 19º BPM esteve representado pelo comandante da época, Maj. Antônio Carlos Machado Mota e pelo atual comandante, o Ten. Cel. Cristian Dimitri Andrade. Além do comando local da Polícia Militar, receberam condecorações, o sargento Anderson Américo Espíndula, cabo Gilson Cândido, cabo Nicholas Canani, soldado Alexandre da Luz, soldado Renato Magnus da Silva e soldado Renato Prudêncio Cardoso.

Ao atender uma ocorrência policial, no dia 11 de setembro, os PMs salvaram a vida do taxista Manoel Melo Corrêa, de 59 anos. A vítima fez questão de presenciar a sessão em que ocorreu a homenagem.

Coragem e credibilidade

A proposta estabelecendo a condecoração aos PMS e a corporação, foi formulada pelo vereador Luiz Djalma Marcelino, Luiz do Bailão (PDT). Na tribuna da Casa ele fez um emocionado pronunciamento. “Todo trabalho é digno, mas ser Policial Militar e ter a incumbência de zelar pela segurança da população e salvar a vida do próximo é uma missão. A Polícia Militar é referência em credibilidade. Esta ação realizada ilustrou a valentia e coragem dos policiais, evitando que um cidadão perdesse precocemente sua vida”, elogiou.

Vários legisladores destacaram o atendimento da ocorrência e a eficácia da Polícia Militar.

Roubo e sequestro

No dia 11 de setembro deste ano, o taxista foi contratado para transportar passageiros. Era um crime premeditado, Manoel Melo Corrêa foi roubado, sequestrado e abandonado sob às águas do Rio Araranguá, amarrado no interior do porta-malas de seu veículo. A vítima foi salva pelos policiais, que, mesmo sendo noite, ingressaram nas águas do rio evitando uma tragédia.

Fonte: Assecom Câmara de Vereadores