As obras de construção e ampliação da EEB Professora Maria Garcia Pessi, em Araranguá, escola da área de abrangência da Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, começaram esta semana. Nesta quarta-feira, 24, o secretário executivo da ADR, Ivan Gabriel Milanez Ávila, acompanhado dos gerentes regionais de Educação, Nilson Costa e de infraestrutura, Jocilon Coelho, acompanhou no local o trabalho da empresa vencedora da licitação.

A equipe de gestores da ADR Araranguá foi recebida pela diretora da EEB Professora Maria Garcia Pessi, Sandra Vargas, que comemora o início das obras. “Esta é a realização de um sonho da comunidade, aguardamos com ansiedade o início dos trabalhos, juntamente com a APP”, destacou.

Segundo o secretário executivo da ADR, Ivan G. M. Ávila, todo o processo licitatório foi realizado na ADR, conduzido pela comissão permanente de licitação, onde 14 empresas participaram mesmo, e destas, apenas 5 tiveram suas propostas classificadas. Por atender todas as exigências previstas no Edital, e por apresentar menor preço, a empresa E.S.E. Construções, de Palhoça, foi a vencedora.

A ordem de execução de serviços nº 44/2016 foi emitida pela Secretaria de Estado da Educação na última segunda-feira, 22. “Serão mais de 4,2 mil metros quadrados entre construção e ampliação, para atender cerca de 1.500 alunos e mais de 100 professores desta que é a maior escola da área de abrangência da Gered Araranguá”, disse o gerente de Educação Nilson Costa.

O investimento do Governo do Estado na execução das melhorias, que incluem as áreas de 3.678,99 m² de ampliação, 533,01 m² de construção (serviço de vivência), subestação com transformador de 300 KVA e 4,37 m² de central de GLP, será de R$ 4.365.864,65.

Ponte Pênsil começa a ser reformada em Araranguá

Uma ponte que há décadas serve de caminho para o progresso e liga o Bairro Barranca ao Centro de Araranguá vinha sendo castigada pela ação do tempo e oferecia riscos aos usuários. Mas o problema está com os dias contados, porque a prefeitura de Araranguá deu início nesta semana, na reforma do local que já é considerado pelos moradores locais um dos cartões postais da Cidade das Avenidas. Segundo o secretário de obras da prefeitura de Araranguá, Afrânio Ronconi, as madeiras desgastadas pela ação corrosiva do tempo estão sendo substituídas por novas.

Nova ponte passa por revitalização

Inaugurada no fim de 2012, a Ponte Giácomo Antonio Mazzuco recebe sua primeira reforma e manutenção antes de completar quatro anos de existência. As obras de revitalização incluem a substituição de 80% da grade de proteção metálica que garante a segurança de quem trafega pro ali.

O que causa indignação entre os moradores, é que não foi apenas ação do tempo que desgastou o material, mas atos de vandalismo que destruíram boa parte do patrimônio público. Só para que a população tenha ideia do investimento feito na época, entre todas as obras a prefeitura gastou quase R$5 milhões de reais para construir a nova ponte, que representou também um novo acesso para a Cidade das Avenidas. “Cerca de 80% da grade de metal precisará ser substituída. O trabalho está sendo feito pelos próprios funcionários da secretaria de obras, o que vai baratear o custo pois o único investimento foi em material. O que precisamos é contar com apoio da população para denunciar este tipo de violência contra os patrimônio público,” desabafa Afrânio.

A ponte da Barranca tem 126 metros de comprimento e 8,7 metros de largura, com pista rolamento com sete metros e a pista passeio com 1,7 metro. A ponte faz a ligação entre a Avenida Engenheiro Mesquita e a BR-101, abrindo novas possibilidades de trânsito no município.