Obras da nova sede; prestação de contas do setor financeiro e ainda, a discussão de temas relevantes à sociedade, como BR-285, redução do salário dos vereadores e apoio a um projeto educativo. Estes foram os principais assuntos da primeira reunião do ano entre a diretoria da Associação Empresarial de Araranguá e do Extremo Sul Catarinense, que ocorreu no último dia 14.

Comandado pelo presidente da ACIVA, Kleber Frigo, o encontro iniciou com as deliberações sobre a obra de reforma da nova sede da entidade, que a partir do próximo mês passa a ser no antigo Tênis Clube Araranguá. O diretor financeiro, André Pietsch Serafin, apresentou o relatório financeiro da obra, bem como, a prestação de contas da Associação.

Entre os principais assuntos debatidos pelos diretores esteve a obra de pavimentação da Serra da Rocinha, BR-285, que há mais de 50 anos é aguardada pela região do Extremo Sul Catarinense. O vice-presidente da ACIVA, Venâncio Menegaro, atualizou a situação da obra. “Com relação aos trabalhos de manutenção e pavimentação da BR-285 não temos grandes novidades. Na verdade, o fato novo sobre este assunto é a união das lideranças locais com as autoridades do estado vizinho, Rio Grande do Sul, pela realização desta obra que já está quase se tornando uma utopia para nós”, ressaltou.

Ainda no encontro, Frigo informou que a partir de agora, ele irá se reunir com os coordenadores dos quatro núcleos da entidade mensalmente, sempre na mesma data da reunião de diretoria. “Nosso objetivo é estreitar laços com os núcleos da Moda, dos Provedores de Internet, dos Jovens e das Mulheres para que possamos estar a par de suas ações e eles das nossas. Quanto maior for nossa proximidade, melhor será nosso trabalho de buscar desenvolvimento a toda região”, afirmou.

O presidente destacou ainda parceria da ACIVA com o projeto educativo “Carinho é Bom”, desenvolvido pelo músico araranguaense Lony Rosa e pela psicóloga Elise Haas. “Solicitamos aos nossos associados que colaborem com este projeto, adquirindo cotas ou até mesmo comprando exemplares. Nossa Associação busca o desenvolvimento da região e acreditamos que a colaboração com a educação infantil é a melhor maneira obtermos melhores resultados visando um futuro melhor e mais justo”, finalizou.

Durante a palavra livre, o ex-presidente da Associação, Karoly Agardi, ressaltou a necessidade de cobrar melhorias à infraestrutura do anfiteatro Célia Belizária, junto ao governo do estado, via Agência de Desenvolvimento Regional.

A próxima reunião entre os diretores da entidade ocorre no dia 11 de abril.