Até que ponto a sensibilização pode se transformar em boa ação? Para Fernanda Rodrigues e Renata Araldi, uma postagem em uma rede social foi o suficiente para cativar o coração destas duas araranguaenses, que decidiram se mobilizar, por meio das ferramentas digitais, como Facebook e WhatsApp, em prol de uma importante causa.

A história que chamou a atenção de Renata e Fernanda, foi a de uma mãe de trigêmeos, que fugiu de casa em Balneário Gaivota, e deixou os três inocentes anjinhos, de seis meses de idade, sendo duas meninas e um menino, e outros dois filhos pré-adolescentes, sob os cuidados da avó, uma idosa com mais de 60 anos.

Em situação de vulnerabilidade social, a avó não tem condições de manter alimentação e vestuários, bem como fraldas, para todas as cinco crianças. A situação se torna ainda pior, porque a mãe fugiu com o cartão que é usado para sacar o benefício do Governo Federal, no qual ajuda nas despesas.

“Por isso nós decidimos criar esta campanha, para arrecadar alimentos, fraldas (Tamanho M ou G), produtos de higiene pessoal e de limpeza e roupinhas de bebês para levar para eles,” disse. “Também já conseguimos uma advogada, que irá ajudar nos procedimentos judiciais, já que a mãe fugiu com o cartão,” completou Fernanda.

Ficou com vontade de colaborar com esta boa iniciativa? As doações podem ser entregues até o dia 10 de fevereiro no ponto de coleta na Fisiosul Fisioterapia, localizada próximo ao Banco do Brasil, no Centro de Araranguá. Telefone para contato com as protagonistas deste belo gesto: (48) 3522-1995 ou (48) 9627-9850.