Rolando Christian Coelho
06/09/2019 09h10

PP pode propor união com MDB de Sombrio

Rolando Christian Coelho, 05/09/2019

Presidente do Progressistas de Sombrio, Daison Scheffer Cardoso, diz que seu partido irá conversar com todas as siglas do município com vistas ao pleito eleitoral do ano que vem. O objetivo é compor um leque de aliança que possibilite uma disputa municipal em 2020 com a menor quantidade de sobressaltos possível. Todavia, a fala, que é recorrente entre aqueles que comandam partidos, tem uma novidade: Daison diz que o MDB também deverá ser procurado para conversar.

Nunca é demais lembrar que o MDB é o partido no qual está filiado o prefeito Zênio Cardoso, que derrotou o Progressistas nos últimos dois pleitos municipais. As duas siglas são rivais históricas em nível local, a exemplo do que acontece na grande maioria dos municípios de nossa região.

Questionei Daison sobre a possibilidade de uma dobradinha com o MDB, o que praticamente liquidaria a eleição, antes mesmo dela começar, afinal de contas tratam-se das duas principais forças políticas do município. O presidente progressista não desconsiderou esta hipótese. No entanto, quando questionado sobre a possibilidade de seu partido aceitar ser vice do MDB, a pergunta ficou sem resposta.

Interessante observar que em 2004 o então prefeito José Milton Scheffer (PP), que iria disputar a reeleição, chegou a propor, informalmente, uma união com o MDB, ofertando ao partido a vaga de vice. Os emedebistas não quiseram levar a conversa adiante, e acabaram apoiando a candidatura a prefeito do petista Francisco de Assis da Rosa, o Chico da Caixa, e indicando João da Vassoura (MDB) para concorrer como seu vice. Quatro eleições depois, pode ser que a ordem dos fatos seja alterada. Se vai dar negócio, ai já é outra história.

Ex-presidente do PP de Sombrio falece aos 71 anos

Ex-presidente do Progressistas de Sombrio, o farmacêutico Moazir Zanatta, 71 anos, faleceu ontem de causas naturais. Moacir teve passagem pelo extinto PRN, sigla que lançou e elegeu o ex-presidente Fernando Collor de Mello, que chegou a vir a Sombrio durante a campanha presidencial de 1989. A paixão por seu partido de origem, no entanto, fez Moacir voltar ao Progressistas, onde ajudou a coordenar diversas campanhas municipais. Desportista, na juventude foi goleiro do Ipiranga Esporte Clube, equipe futebolística mais antiga de nossa região, que mais tarde também presidiu. Foi ainda um dos fundadores e comandantes do Sombrio Esporte Clube, equipe que chegou a disputar a segunda divisão do futebol catarinense.

Deputados federais do Sul querem audiência sobre Rocinha

Deputados federais Daniel Freitas (PSL), Ricardo Guidi (PSD) e Geovânia de Sá (PSDB) estão tentando marcar audiência com Ministro dos Transportes, Tarcísio Gomes Freitas, para saber dele, em pessoa, se de fato o Governo Federal irá disponibilizar recursos em 2020 para a conclusão da BR 285, especificamente no trecho que em que está inserida a Serra da Rocinha, em Timbé do Sul. O Orçamento da União enviado para o Congresso Nacional não contempla tal obra. Nesta semana os parlamentares estiveram reunidos com o Ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, que lhes garantiu que, independente de recursos do Orçamento, a pavimentação asfáltica da Serra da Rocinha será levada até o fim, e concluída no máximo em 15 meses. Pelo visto, os três parlamentares sulistas estão com um pé atrás diante desta promessa e querem ouvir do próprio Ministro dos Transportes uma nova promessa neste sentido.

Prefeito de Meleiro diz que vai trocar PSB por PL em breve

Prefeito de Meleiro, Eder Matos, deve deixar PSB em breve e ingressar no PL, do senador Jorginho Mello. Eder já havia ensaiado esta mudança, mas segurou a transferência partidária para estudar outras possibilidades. Depois de muita conversa com seu grupo de apoio, acabou acertando com os liberais. Junto com ele, também deverá migrar para o PL praticamente todo PSB meleirense. Eder será o terceiro prefeito a deixar o partido pelo qual foi eleito neste mandato em nossa região. Recentemente o prefeito de Maracajá, Arlindo Rocha, saiu do PSDB, e ainda permanece sem nova filiação. Já o prefeito de Balneário Arroio do Silva, Juscelino Guimarães, o Mineirinho, saiu do PSD e ingressou no PSDB.

Ricardo Guidi decepciona, e vota em Projeto de Lei polêmico

Deputado federal Ricardo Guidi (PSD), representante do Sul do Estado na Câmara Federal, votou a favor de Projeto de Lei que possibilita a utilização de recursos do Fundo Partidário para o pagamento de advogados de políticos processados ou condenados, como é o caso, por exemplo, do ex-presidente Lula da Silva (PT). Na prática, o dinheiro do cidadão poderá ser convertido em honorários advocatícios para livrar corruptos da cadeia. Além de Ricardo Guidi, os deputados federais catarinenses Darci de Matos (PSD), Hélio Costa (PRB) e Pedro Uczai (PT) também votaram favoráveis ao Projeto, que agora precisa ser aprovado no Senado Federal e sancionado pela Presidência da República para virar lei. Curiosamente, partidos cujos políticos estão atolados até o pescoço na Lava Jato foram os que tiveram mais deputados votando a favor da provável futura lei.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias