Rolando Christian Coelho
13/05/2019 09h42

A eterna hipocrisia política

Rolando Christian Coelho, 13/05/2019

Enquanto jornalista político, circulo há quase 30 anos nos bastidores deste segmento, conversando com fulanos, sicranos e beltranos sobre os mais diversos temas que normatizam o setor. Durante a campanha presidencial do ano passado, a reforma da Previdência era um desses assuntos corriqueiros no meio político. Tanto os políticos de direita, quanto de centro e de esquerda, compactuavam da ideia de que algo precisava ser feito. Principalmente os políticos do alto clero da esquerda nunca fizeram questão de esconder que sem a reforma o Brasil não andaria para frente.

Passada a eleição, e confirmada a vitória de Jair Bolsonaro (PSL), os mesmo que ressaltavam a necessidade da reforma previdenciária passaram a contradizê-la, a tornando a sétima besta do apocalipse. Tudo por mera politicagem. Passaram a ser contra, porque o governo se posicionou a favor. Não iria ser nenhum pouco diferente se Fernando Haddad (PT) tivesse ganho a eleição. Neste caso, a direita é que seria contra, para, a exemplo da esquerda de agora, ficar de bem com a torcida.

Este exemplo se repete em uma infinidade de outros temas propostos pelos governos, em nível federal, estadual e municipal. Faz-se oposição apenas pela oposição, sem que, de fato, haja uma reflexão a respeito daquilo que é bom, e daquilo que é ruim para a sociedade a médio e a longo prazo.

Trata-se de um expediente que só será transposto quando a própria sociedade se dignar a participar mais efetivamente da política, pautando seu voto pela conduta ética de seus representantes, e não meramente pela troca de favores pessoais ou corporativos. Tomara que meu tataraneto viva para ver isto acontecer.

Boeira não confirma, mas pode ser candidato

Pressionado pelo Progressistas para assumir candidatura à Prefeitura de Criciúma, ex-deputado federal Jorge Boeira (PP) não disse nem que sim, nem que não. Em princípio, ressaltou que não possui a intenção de disputar, mas, ao mesmo tempo, não tem perdido a oportunidade de alfinetar o prefeito Clésio Salvaro (PSDB), ressaltando que sua atua gestão está longe de ser realizadora como foi a primeira. Na sexta-feira à noite, na presença de lideranças estaduais de seu partido, como o senador Esperidião Amin, Boeira deixou a possibilidade da disputa em aberto, ressaltando que é um projeto de partido, e que o partido precisa amadurecer tal projeto.

Exército homenageia, ainda que tarde, expedicionários

Exército Brasileiro fez uma série de homenagens a ex-combatentes de nossa região que participaram da II Guerra Mundial, praticamente todos in memória, por conta da distância dos fatos. Uma lástima que apenas 74 anos depois dos acontecimentos o tema tenha sido rememorado. Na região de Montese, na Itália, aonde os soldados brasileiros combateram, alunos cantam todos os anos o hino do expedicionário brasileiro, em comemoração a vitória contra o nazi-fascismo. Por aqui, o piá só canta o hino nacional, vez por outra, porque vai no embalo do toca-fita. Quando os demais nos tratam como uma republiqueta, não deixam de ter suas razões.

Nego Gomes deixado de lado no reconhecimento

Secretário de Obras de Sombrio, Nego Gomes, não explicitou, mas ficou nitidamente chateado por ter sido deixado de lado por ocasião da apresentação do pacote de obras do executivo municipal à população, em evento realizado na semana passada. De acordo com o prefeito Zênio Cardoso (MDB), serão investidos R$ 5 milhões em realizações no centro da cidade. Foram ressaltados nomes de engenheiros, arquitetos, políticos, etc e tal, mas nada de Nego Gomes ser lembrado. Uma das obras do pacote é a revitalização da avenida Antônio Sant’ Helena, que tem merecido atenção especial de Nego até altas horas da noite. Não invariavelmente se vê ele dentro de valos, com barro até o pescoço, fazendo a coisa andar.

Volnei e Geovânia cumprem roteiro na região

Deputado estadual Volnei Weber (MDB) cumpriu roteiro em nossa região, na sexta-feira, ao lado do ex-deputado Manoel Mota (MDB). Foram visitados lideres políticos dos municípios de Turvo, Meleiro e Jacinto Machado. Basicamente, Volnei veio colocar seu gabinete a disposição das lideranças emedebistas destes municípios. Quem também esteve na região, no mesmo dia, foi a deputada federal Geovânia de Sá (PSDB). Além de Turvo e Jacinto, ela visitou Timbé do Sul e Ermo. Nestes municípios, Geovânia anunciou a destinação de uma série de recursos oriundos de emendas parlamentares, ou de intermediação de convênios entre o Governo Federal e as prefeituras.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias