Rolando Christian Coelho
06/12/2018 11h39 - Atualizado em 06/12/2018 11h41

MDB do Extremo Sul precisa se posicionar a respeito de 2022

Rolando Christian Coelho, 06/12/2018

Durante anos, diversas lideranças do MDB de nossa região solicitaram que o deputado estadual Manoel Mota (MDB) abrisse espaço para uma nova candidatura à Assembleia Legislativa aqui no Extremo Sul pelo partido. O parlamentar preferiu dar sequência a um projeto autoral, e, desde 1990, só sofreu com um adversário interno em 2006, quando o ex-prefeito de Sombrio, Aldair Kozuchovski, o Polaco, então filiado ao PMDB, também concorreu ao parlamento catarinense. Aquela, porém, não era uma candidatura partidária. Com o histórico de ter sido candidato a federal em 1998, Polaco percorreu o Estado tentando angariar votos junto a lideranças ligadas à agricultura e a etnia polonesa, deixando o Extremo Sul apenas como um dos tripés de seu projeto.

Neste ano, Mota anunciou o que se imagina ser sua aposentadoria enquanto candidato a estadual. Nitidamente, no entanto, o MDB demonstrou que não estava preparado para substituí-lo, tanto é verdade que ninguém se prontificou, efetivamente, a concorrer como candidato a deputado estadual em seu lugar.

Ainda que pareça cedo, o MDB precisa se posicionar em relação à 2022. O partido precisa parar de ventilar mil nomes e não lançar nenhum . Isto é prejudicial não só ao MDB, mas a nossa região como um todo, já tão carente de referenciais em nível estadual.

Notas

Supremo Tribunal Federal não acatou, ontem, recurso do deputado federal João Rodrigues (PSD), solicitando a nulidade de sua condenação por improbidade administrativa, enquanto prefeito em exercício de Pinhalzinho, na década de 1990. Com isto, Rodrigues permanece inelegível, o que garante a posse do deputado federal eleito Ricardo Guidi (PSD) na Câmara Federal, a partir de 1º de fevereiro. Na prática, a candidatura à reeleição de João Rodrigues, que recebeu mais de 68 mil votos neste ano, será tornada sem efeito.

Prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso (MDB), em incursão por Brasília, se encontrou com o prefeito de Balneário Gaivota, Ronaldo Pereira da Silva (PP). Apertadas as mãos, ambos saíram batendo de porta em porta atrás de recursos. Ontem se encontraram com o senador Dário Berger (MDB), que tem fama de atender bem os chefes de executivo, sempre assegurando emendas parlamentares, ou carimbando algum recurso em Ministérios ou secretarias nacionais. “Sombrio e Gaivota são municípios irmãos, compartilham da mesma história. As diferenças partidárias não podem ser obstáculos para que consigamos conquistas para ambos”, ressaltou Zênio, com a concordância de Ronaldo.

Fundo Nacional de Saúde fez repasse de recursos oriundos de emendas do deputado federal João Rodrigues (PSD) para 23 municípios de Santa Catarina. No total, foram repassados R$ 4 milhões, que serão destinados à compra de materiais de consumo para as unidades de saúde dos municípios. Em nossa região, foram beneficiados com a iniciativa do parlamentar, Balneário Arroio do Silva, Morro Grande e Santa Rosa do Sul, com R$ 200 mil cada, e Balneário Gaivota, com R$ 150 mil. Os três primeiros têm prefeitos do PSD de Rodrigues, e o último tem o vice-prefeito de seu partido.

Futuro governador, Comandante Moisés (PSL), pretende extinguir a Secretaria de Estado do Turismo em sua reforma administrativa. Se levar a intenção adiante, dará um tiro no pé com uma bola de canhão. Ainda que a tal Secretaria não tenha feito quase nada pelo Sul do Estado ao longo de sua existência, ela presta um relevante serviço ao trade do turismo catarinense. Na última alta temporada, Santa Catarina atraiu 2,5 milhões de turistas, que injetaram R$ 10,1 bilhões na economia do Estado. A título de comparação, somadas todas as suas receitas, nosso Estado irá arrecadar este ano R$ 24 bilhões. Sem suporte institucional, dificilmente os números relativos ao turismo seriam alcançados.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias