Rolando Christian Coelho
29/08/2018 11h30

Pressão do MDB por Mota não comoveu Dreveck (PP)

Coluna Rolando Christian Coelho, 29/08/2018

Pressão do MDB por Mota não comoveu Dreveck (PP)

Por ora: “Está tudo como dantes no quartel de Abrantes”. Mesmo com a pressão do MDB para que o presidente da Assembleia Legislativa, Silvio Dreveck (PP), renunciasse ao mandato, convocando nova eleição para a Mesa Diretora do parlamento catarinense, tudo permanece inócuo e inodoro.

O objetivo do MDB é levar o deputado estadual Manoel Mota (MDB) à presidência, mas, para isso, Dreveck precisa renunciar, dando sequência ao acordo que rezava que, neste ano, o comando da Assembleia pertenceria ao MDB.

Passados dez dias desde o falecimento do então presidente, Aldo Schneider (MDB), e dada posse a Dreveck em seu lugar, nada mudou. Não há indicativos da renúncia, sobrando meramente um aceno dando conta de que Mota poderá, de repente, ser eleito vice-presidente mês que vem.

Por óbvio, há muita coisa em jogo. Colocar Mota na presidência seria o mesmo que resfriar o caldeirão que virou a Assembleia Legislativa, por conta da disputa eleitoral deste ano. O governador Eduardo Moreira (MDB) ganharia um guardião, que é tudo o que o Progressista não quer. No fim da história, Mota, mais uma vez, está pagando o pato.

Notas

Evandro Scaini (PSD) já achou candidato a federal para fazer dobradinha neste ano. Trata-se de João Rodrigues (PSD), que, no Sul do Estado, faz contra ponto a candidatura de Ricardo Guidi (PSD). Ricardo, por sua vez, está irmanado ao projeto de eleição de Júlio Garcia (PSD), que, como Evandro, quer chegar ao parlamento catarinense. A dobradinha Evandro/João Rodrigues já tem o apoio de lideranças pessedistas como o prefeito de Ermo, Zica Cadorin, o vice-prefeito de Jacinto Machado, Aldo Brognolli, e o vice-prefeito de Balneário Arroio do Silva, Carlos Scarsanella.

Prefeitos da região estão com seus apoios bem definidos, no que diz respeito aos candidatos a deputado estadual. No MDB, Zênio Cardoso, de Sombro, Tiago Zilli, de Turvo, João Batista Mezzari, de Jacinto Machado, Moacir Teixeira, de São João do Sul e Jonas Torres, de Passo de Torres, estão fechados com Luiz Fernando Vampiro. No PSD, Nelson Cardoso, de Santa Rosa do Sul, Juscelino Guimarães, de Arroio do Silva e Valdo Rocha, de Morro Grande, estão com Júlio Garcia. Já Zica Cadorin, de Ermo, está com Evandro Scaini. No PP, Mariano Mazzuco, de Araranguá, Beto Biava, de Timbé do Sul e Ronaldo Pereira, de Balneário Gaivota, estão com José Milton Scheffer. No PSDB, Henrique Maciel, de Praia Grande e Arlindo Rocha, de Maracajá, estão com Dóia Guglielmi. Já Eder Matos, do PSB de Meleiro, está com Cleiton Salvaro.

Sul do Estado tem 68 candidatos no pleito eleitoral deste ano. Além de Lédio Rosa de Andrade (PT) e Lucas Esmeraldino (PSL), que concorrem ao Senado, também há Geraldo Althoff (PSD), que concorre como suplente do também candidato a senador Esperidião Amin (PP). Interessante observar que, tanto Lédio, quanto Lucas e Althoff são de Tubarão. Além deles, há outros 40 candidatos concorrendo a deputado estadual e 25 a federal. Dos candidatos a estadual, seis já são parlamentares. Dos que concorrem a federal, dois já estão na Câmara Federal como titulares.

Jornal Folha de São Paulo desenvolveu um aplicativo bastante interessante. Em princípio ele está a disposição de eleitores apenas de São Paulo, mas muito em breve, provavelmente, acabará contemplando todo o país. Basicamente, neste aplicativo o eleitor preenche um formulário dando conta de suas preferências pessoais em relação a um candidato. Como tem as informações de todos os candidatos, o aplicativo indica ao eleitor quais as opções de voto que ele tem, mostrando quais candidatos se enquadram as suas exigências. É mais ou menos como se alguém preenchesse o formulário dizendo que deseja um produto com determinadas características. Ai o vendedor vem e mostra quais produtos que possuem aquelas características poderiam ser comprados. Problema é fazer o produto comprado funcionar.

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias