Tiago Almeida
08/01/2018 15h01 - Atualizado em 08/01/2018 15h04

Marcado por protestos, Globo de Ouro consagra série “Big Little Lies”

Cerimônia de entrega das estatuetas do “esquenta” para o Oscar, foi a mais polêmica dos últimos anos.

Hollywood em protesto

Luto. O que se viu no tapete vermelho da edição do Globo de Ouro, transmitido mundialmente no último dia 7, no Hotel Beverly Hilton em Los Angeles, não foi nada parecido com o festival de cores dos vestidos e roupas das atrizes, atores, diretores e toda a comunidade cinematográfica e televisiva.

Protestos contra os abusos sexuais sofridos pelas atrizes e a luta pela diversidade e salário igualitário marcaram a última edição e como mencionado anteriormente, todas as cores dos vestidos e ternos, foram trocados por preto como forma de chamar a atenção para a situação dos bastidores do mundo do cinema e televisão.

Uma causa que ganha força após todas as denúncias de atrizes como: Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Rose McGowan, Alyssa Milano e diversas outras funcionárias dos estúdios de cinema soltarem a voz contra o produtor e diretor Harvey Weinstein e relatarem suas histórias de abuso sexual, o mundo do entretenimento se vê cada vez mais unido e preparado para combater quaisquer adversidades.

O troféu honorário Cecil B. DeMille pelo conjunto da obra foi entregue esse ano para a apresentadora e atriz Oprah Winfrey, que emocionou com um discurso também voltado para o combate ao assédio sexual e chamou a atenção para o fato de que teria sido a primeira mulher negra a receber tal prêmio em mais de 65 anos de existência.

Com um dos discursos mais longos e emocionantes, Oprah defendeu a singularidade e força das mulheres e lembrou da época triste da segregação de raças nos EUA, leia uma parte do discurso:

“Em 1964 eu era uma garotinha sentada no chão da casa da minha mãe em Milwaukee assistindo à Anne Bancroft apresentando o Oscar de melhor ator na 36ª edição do prêmio. Ela abriu o envelope e disse cinco palavras que literalmente fizeram história: ‘o vencedor é Sidney Poitier”.

“No palco subiu o homem mais elegante que eu já vi. Lembro que a grava dele era branca e, claro, sua pele era negra. Eu nunca tinha visto um homem negro sendo celebrado daquela forma. E eu tentei muitas, muitas, muitas vezes explicar o que um momento como aquele significa para uma garotinha, uma criança assistindo de um lugar humilde, enquanto minha mãe chega pela porta, cansada de fazer faxina na cada dos outros. Mas tudo o que eu podia fazer citações e dizer que a explicação na performance de Sidney em ‘Uma Voz nas Sombras’, ‘Amém, Amém… Amém, Amém”.

"Por muito tempo, as mulheres não foram ouvidas e foram desacreditadas se elas ousassem falar a verdade diante do poder daqueles homens. Mas o tempo deles acabou", disse.

"Quero que todas as garotas assistindo aqui, agora, que saibam que um novo dia está no horizonte. E que quando este novo dia finalmente chegar, será por causa de muitas mulheres magníficas, (...) e algum homens fenomenais, lutando duro para ter certeza de que elas se tornem as líderes que nos levem a um tempo em que ninguém jamais tenha de dizer 'Eu também' novamente".

Oprah Winfrey recebendo o troféu Cecil B. DeMille e discursando no Globo de Ouro

A premiação

O globo de ouro que é promovido pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood, tradicionalmente é um termômetro para a cerimônia do Oscar, que neste ano acontece dia 4 de março.

Falando em premiação, os grandes vencedores da noite foram as séries “Big Little Lies” “The Handmaid’s Tale” e o filme “Três Anúncios Para um Crime” brilharam durante toda a premiação arrebatando a maioria das estatuetas.

Nicole Kidman, protagonista de “Big Little Lies” levou a primeira estatueta da noite com o prêmio de “melhor atriz em minissérie ou filme para TV”, a série ainda abocanhou os prêmios de atriz coadjuvante para Laura Dern e ator coadjuvante para Alexander Skarsgård.

Laura Dern, Nicole Kidman, Zoe Kravitz, Reese Witherspoon e Shailene Woodley com os Globos de Ouro conquistados pela série 'Big Little Lies' (Foto Jordan StraussInvisionAP)

O filme “Três anúncios para um crime” ganhou o Globo de ouro de melhor filme de drama, melhor roteiro, melhor atriz em filme de drama para Frances McDormand e melhor ator coadjuvante para Sam Rockwell.

Guilhermo Del Toro ficou com a estatueta de melhor diretor por “A forma da água” que estava indicado em sete categorias e levou apenas duas incluindo a de trilha sonora original. Vale lembrar que esse filme deve consagrar como um grande sucesso com a história baseada na vida de Elisa, vivida por Sally Hawkins, uma funcionária muda de um laboratório experimental e secreto do governo que se apaixona por um dos experimentos sigilosos do local, uma criatura aquática mantida presa e maltratada pelos cientistas.

Sally Hawkins e Octavia Spencer em “A forma da água” ambas indicadas como melhor atriz e melhor atriz coadjuvante respectivamente.

A minha decepção pessoal foi com “The Crown” que foi indicado, mas não ganhou prêmios nas categorias em que concorria: Melhor série dramática de TV e melhor atriz em série dramática de TV por Claire Foy que interpreta a Rainha Elizabeth II, os restante dos prêmios foram mais que merecidos de produções excelentes que com certeza deixam sua marca na história do cinema e televisão, acompanhe a lista completa de vendedores:

– Filmes

Melhor Filme – Drama

"Me chame pelo seu nome"

"The Post: A guerra secreta"

"Dunkirk"

"A forma da água"

"Três anúncios para um crime"

Melhor Filme – Comédia ou musical

"Artista do desastre"

"Corra!"

"Eu, Tonya"

"Lady Bird: É hora de voar"

"O rei do show"

Melhor diretor

Christopher Nolan ("Dunkirk")

Guillermo del Toro ("A forma da água")

Martin McDonagh ("Três anúncios para um crime")

Ridley Scott ("Todo o dinheiro do mundo")

Steven Spielberg ("The Post: A guerra secreta")

Melhor ator de filme – Drama

Gary Oldman recebe e sua estatueta no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Daniel Day-Lewis ("Trama fantasma")

Denzel Washington ("Roman J. Israel, Esq.")

Gary Oldman ("O destino de uma nação")

Timothée Chalamet ("Me chame pelo seu nome")

Tom Hanks ("The Post: A guerra secreta")

Melhor atriz de filme – Drama

Frances McDormand recebendo seu prêmio de melhor atriz no Globo de Ouro 2018 (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Frances McDormand ("Três anúncios para um crime")

Jessica Chastain ("A grande jogada")

Meryl Streep ("The Post: A guerra secreta")

Michelle Williams ("Todo o dinheiro do mundo")

Sally Hawkins ("A forma da água")

Melhor ator de filme – Comédia ou Musical

Ansel Elgort ("Em ritmo de fuga")

Daniel Kaluuya ("Corra!")

Hugh Jackman ("O rei do show")

James Franco ("Artista do desastre")

Steve Carell ("A guerra dos sexos")

Melhor atriz de filme – Comédia ou Musical

Emma Stone ("A guerra dos sexos")

Helen Mirren ("Ella e John")

Judi Dench ("Victoria e Abdul – O confidente da rainha")

Margot Robbie ("Eu, Tonya")

Saoirse Ronan ("Lady Bird: É hora de voar")

Melhor atriz coadjuvante de filme

Allison Janney ficou com a estatueta do Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante de filme por 'Eu, Tonya' (Foto: Lucy Nicholson/Reuters)

Allison Janney ("Eu, Tonya")

Hong Chau ("Pequena grande vida")

Laurie Metcalf ("Lady Bird: É hora de voar")

Mary J. Blige ("Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi")

Octavia Spencer ("A forma da água")

Melhor ator coadjuvante de filme

Armie Hammer ("Me chame pelo seu nome")

Christopher Plummer ("Todo o dinheiro do mundo")

Richard Jenkins ("A forma da água")

Sam Rockwell ("Três anúncios para um crime")

Willem Dafoe ("Projeto Flórida")

Melhor roteiro de filme

Guillermo del Toro ("A forma da água")

Aaron Sorkin ("A grande jogada")

Greta Gerwig ("Lady Bird: É hora de voar")

Liz Hannah e Josh Singer ("The Post: A guerra secreta")

Martin McDonagh ("Três anúncios para um crime")

Melhor animação

"Com amor, Van Gogh"

"O poderoso chefinho"

"O touro Ferdinando"

"The Breadwinner"

"Viva: A vida é uma festa"

Melhor trilha sonora para filme

Alexandre Desplat ("A forma da água")

Hans Zimmer ("Dunkirk")

Vários ("The Post: A guerra secreta")

Jonny Greenwood ("Trama fantasma")

Carter Burwell ("Três anúncios para um crime")

— TV

Melhor série – Drama

Elenco de “The Handmaid’s Tale” com o Globo de Ouro conquistado de melhor série de drama.

"Game of Thrones"

"The Handmaid's Tale"

"Stranger Things"

"The Crown"

"This is us"

Melhor série – Musical ou Comédia

"Black-ish"

"Master of None"

"SMILF"

"The Marvelous Mrs. Maisel"

"Will & Grace"

Melhor série limitada ou filme para a TV

"Big Little Lies"

"Fargo"

"Feud"

"The Sinner"

"Top of the Lake"

Melhor ator de série – Drama

Bob Odenkirk ("Better Call Saul")

Freddie Highmore ("The Good Doctor")

Jason Bateman ("Ozark")

Liev Schreiber ("Ray Donovan")

Sterling K. Brown ("This is us")

Melhor atriz de série – Drama

Mais um prêmio para “The Handmaid’s Tale”, dessa vez de melhor atriz de série de drama para Elisabeth Moss. (Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP)

Caitriona Balfe ("Outlander")

Claire Foy ("The Crown")

Elisabeth Moss ("The Handmaid's Tale")

Katherine Langford ("13 Reasons Why")

Maggie Gyllenhaal ("The Deuce")

Melhor ator de série – Musical ou Comédia

Anthony Anderson ("Black-ish")

Aziz Ansari ("Master of None")

Eric McCormack ("Will & Grace")

Kevin Bacon ("I Love Dick")

William H. Macy ("Shameless")

Melhor atriz de série – Musical ou Comédia

Alison Brie ( "GLOW")

Frankie Shaw ("SMILF")

Issa Rae ("Insecure")

Pamela Adlon ("Better Things")

Rachel Brosnahan ("The Marvelous Mrs. Maisel")

Melhor atriz de série limitada ou filme feito para TV

Jessica Biel ("The Sinner")

Jessica Lange ("Feud")

Nicole Kidman ("Big Little Lies")

Reese Witherspoon ("Big Little Lies")

Susan Sarandon ("Feud")

Melhor ator de série limitada ou filme feito para TV

Robert De Niro ("O mago das mentiras")

Ewan McGregor ("Fargo")

Geoffrey Rush ("Genius")

Jude Law ("The Young Pope")

Kyle MacLachlan ("Twin Peaks")

Melhor atriz coadjuvante em série, série limitada ou filme para TV

O sucesso de “Big Little Lies” premiou também Laura Dern que recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV. (Foto: Paul Drinkwater/NBC via AP)

Ann Dowd ("The Handmaid's Tale")

Chrissy Metz ("This is us")

Laura Dern ("Big Little Lies")

Michelle Pfeiffer ("O mago das mentiras")

Shailene Woodley ("Big Little Lies")

Melhor ator coadjuvante para série, série limitada ou filme feito para TV

Alexander Skarsgård ("Big Little Lies")

Alfred Molina ("Feud")

Christian Slater ("Mr. Robot: Sociedade Hacker")

David Harbour ("Stranger Things")

David Thewlis ("Fargo")

Os textos dos Blogs são opinativos e de responsabilidade dos autores. Não significa que a opinião expressada por eles seja a mesma do Grupo W3.

Recomendadas para você

Outras notícias