Waltão [email protected]
29/07/2016 17h35

A saga continua: PMDB procura um candidato.

Desta vez o convite foi feito a Emerson Almeida, que também declinou a uma possível candidatura

PMDB de Araranguá ainda não tem candidato definido para concorrer a prefeito. Consultado, Emerson Almeida não aceitou o convite

Com a nova negativa por parte de César Cesa (PMDB), em concorrer a prefeito em Araranguá, o partido partiu em busca de novos nomes, chegando a Emerson Almeida (PMDB), ex-jogador de futebol e atual diretor de futebol do Criciúma Esporte Clube para compor a majoritária.

Mal a ideia surgiu e mais uma vez não resultou positivamente para o partido. Emerson Almeida declinou do convite, tendo em vista seus compromissos profissionais.

Educado, Emerson Almeida declarou a Everaldo Silveira do Jornal Enfoque Popular "Agradeço a lembrança de meu nome e o apoio, mas estou certo q este não é o momento de me envolver em um processo eleitoral. Tenho compromissos profissionais já assumidos e não posso, intempestivamente, deixá-los para trás. Espero que tenhamos um candidato ideal para disputar essa eleição municipal, alguém a altura das necessidades do município".

Mais uma tentativa sem resultado positivo do PMDB engrenar nas eleições de 2016. O fato é que se está às portas do último dia para convenção partidária e o PMDB continua sem candidato.

PMDB ainda tem Anísio ou será que não tem?

O fato é o seguinte, o PMDB está procurando um candidato a prefeito e não nota, ou não quer notar, que estão queimando o filme de Anísio Premoli (PMDB), nome forte para concorrer a prefeito.

Acenaram com César Cesa (PMDB), agora com Emerson Almeida (PMDB), que já descartou de pronto a possibilidade de aceitar concorrer e Anísio continua lá, na reserva.

Aviso de quem está [email protected] na política de Araranguá, daqui a pouco, nem o Anísio vão ter, porque se as pessoas acham que certas atitudes não são ofensivas, deveriam olhar direito e ver que estão queimando um nome forte e de tradição no PMDB, buscando alternativas e sempre denominando Anísio como vice em uma situação de composição com outros partidos.

Aliás, o PMDB tem esse problema de queimar nome de suas lideranças. Iniciou com César Cesa que estava quieto, foi convidado para ser secretário executivo da ADR, aceitou, foi pseudamente nomeado por quem não tem poder para tanto e acabou não sendo de direito nomeado.

Agora parecem repetir o mesmo erro com Anísio Premoli. Pessoa de tradição no partido, forte liderança no município tem seu nome cogitado sempre como possível vice em uma coligação.

Recomendadas para você

Outras notícias